<
>

NFL: como técnicos da liga se conectam a Bill Belichik e Bill Parcells

play
NFL: assista ao trailer de "The Two Bills", disponível no WatchESPN (1:10)

Documentário explora relação entre Bill Parcells e Bill Belichick; filme está disponível no WatchESPN (1:10)

Em mais um filme da série 30 for 30, a ESPN e o WatchESPN lançam o documentário 'The Two Bills', que reúne duas lendas do futebol americano, Bill Belichick e Bill Parcells. Você pode assistir ao filme aqui.

Nos últimos anos, um dos nomes mais dominantes da NFL no que diz respeito ao trabalho de técnico, é o de Bill Belichick. Ele venceu cinco dos oito Super Bowls em que atuou como headcoach do New England Patriots. Durante essa trajetória, estabeleceu uma das mais famosas parcerias da liga com o quarterback Tom Brady.

Apesar de ser muito reconhecido pelo sucesso recente, Belichick também foi dominante nas décadas de oitenta e noventa, quando fazia dupla com seu chará Bill Parcells. Juntos eles conquistaram dois Super Bowls com o New York Giants, em 1987 e 1991. Nessa época, Parcells era o técnico principal, enquanto o atual técnico dos Patriots era o coordenador defensivo.

Havia uma grande ligação entre os dois Bills, dentro e fora do time, até que tudo ruiu quando Belichick rompeu um acordo envolvendo o cargo de headcoach do New York Jets, em que sucederia Parcells - ele preferiu ir para New England. Mais tarde, isso impactou, inclusive, na chegada de Tom Brady aos Patriots. Depois desse episódio, a amizade teve uma pausa, tornando-se uma rivalidade por algum tempo. Independente disso, o trabalho realizado pelos dois com os Giants, impactou boa parte das pessoas da época e dos técnicos atuais dos times da NFL.

Veja abaixo história de alguns dos head coaches que tem ligação com a dupla. O material completo está disponível, em inglês, clicando aqui.

JASON GARRETT

Os Cowboys tiveram apenas oito treinadores desde o início da franquia em 1960, e dois deles são Garrett e Parcells, embora o tempo de Garrett em Dallas não tenha se sobreposto a Parcells. Jason era um quarterback dos Cowboys de 1992 a 1999, depois se juntou à equipe dos Cowboys em 2007 como coordenador ofensivo, no ano seguinte à saída de Parcells. Garrett tem uma porcentagem de vitórias de 55,8% em oito temporadas, melhor do que a marca de 53,3% de Bill Parcells com os Cowboys de 2003-06.

MATT PATRICIA

Patricia tem um dos caminhos mais únicos para uma carreira de treinador, considerando que ele era engenheiro aeronáutico no Instituto Rensselaer Polytechnic. Belichick e outros membros dos Patriots elogiaram a inteligência de Patricia, que repercute em sua carreira de treinador. "Esse cara provavelmente poderia construir um avião e pilotá-lo - tipo, esse cara é inteligente", disse Belichick em uma coletiva de imprensa em 2015. "Ele tem um grande recall e um alto nível de QI em termos de processamento de muita informação. Alguns de nós só podem lidar com apenas uma coisa de cada vez. Ele é o tipo de cara que pode manter muitas bolas no ar. Mas novamente, ele é um cara de colarinho azul, certamente não nasceu com uma colher de prata, como a maioria dos jogadores, então eles estão apenas trabalhando duro, trabalhando até o fim, eu acho que ele tem uma apreciação por isso e acho que ele se relaciona bem com outros caras que estão fazendo a mesma coisa ".

ANTHONY LYNN

Lynn foi o técnico de running backs de Parcells durante duas temporadas em Dallas. "Ele teve um grande impacto em mim," Lynn disse à NFL Network em outubro. "Ele realmente me ensinou o jogo. Eu estava com Bill na hora certa e acho que foi quando mais cresci. Ele é um gênio quando se trata deste jogo ".

PETE CARROLL

Carroll tem um lugar na história dos Patriots como sucessor de Parcells em 1997 e antecessor de Bill Belichick (1999). A corrida de Carroll em New England durou 48 jogos e um recorde de 27-21. Os Seahawks de Carroll e os Patriots de Belichick enfrentaram-se no Super Bowl XLIX, que teve um dos mais incríveis duelos da história da NFL e terminou com o quarto título de Belichick.

MIKE VRABEL

Vrabel nunca foi treinador-adjunto sob Belichick, mas passou oito temporadas como linebacker nos Patriots de Belichick de 2001 a 2008, onde ganhou três Super Bowls. Vrabel passou três temporadas no Estado de Ohio, depois se juntou ao ex-assistente do Belichick, Bill O'Brien, em Houston, onde trabalhou como coordenador defensivo. Em uma coletiva de imprensa em 2015, Belichick elogiou Vrabel, que foi contratado pelos Titans: "Eu acho que Mike tem uma grande mente para isso, uma grande paixão pelo jogo. Ele tem uma ótima experiência de jogo. Ele pode aproveitar as coisas. Nunca joguei nessa liga. Eu não posso me basear neles. Acho que definitivamente há uma vantagem."