<
>

Defensor dos Jaguars dispara contra adversários: 'Big Ben decepcionou' e 'Flacco não presta'

play
NFL: Jogador do Atlanta Falcons divide momento de refresco - e carinho - com o filho no vídeo mais fofo do dia (1:57)

Mohamed Sanu, wide receiver dos Falcons, ficou com o filho Jay ao lado do campo de treinamentos (1:57)

Em entrevista à revista GQ nos Estados Unidos, Jalen Ramsey, cornerback do Jacksonville Jaguars, acionou a “metralhadora” e disparou contra boa parte dos quarterbacks da NFL.

O calouro Josh Allen, do Buffalo Bills, foi um dos alvos, mas Ramsey não se limitou a criticar apenas os novatos. Joe Flacco, do Baltimore Ravens, Ben Roethlisberger, do Pittsburgh Steelers, e Matt Ryan, do Atlanta Falcons, também acabaram sendo criticados pelo defensor.

“Acho que Allen é um lixo. Eu não me importo com que os outros dizem. Ele é um lixo. E via mostrar isso. Foi uma escolha de draft estúpida para mim. Nós jogaremos com eles neste ano, e estou muito animado. Espero que ele seja o titular”, disse Ramsey.

“Ele jogou em Wyoming. Sempre que ele jogou contra uma escola grande, como Iowa State, quando ele lançou cinco interceptações e eles perderam por alguns touchdowns, coisa assim. Ele nunca venceu uma grande universidade”, completou, afirmando que não consegue ver as virtudes que as pessoas apontam no quarterback dos Bills.

Até mesmo quando foi elogiar um jogador, Ramsey aproveitou para criticar outro. Foi o caso de Lamar Jackson, que na visão dele deveria ter sido recrutado antes e tem capacidade de se tornar titular do Baltimore Ravens.

“(Joe) Flacco não presta. Joguei com ele dois anos seguidos. Ele não presta”, afirmou.

Outro alvo foi Big Ben, quarterback dos Steelers. Para o defensor, o QB de Pittsburgh só recebe os créditos por ter um recebedor bom como Antonio Brown.

“Big Ben, eu acho que ele é no máximo decente. Não é o Big Ben, é ele (Brown). Big Ben lança muitas vezes. Ele apenas lança, e os recebedores vão pegá-la. Ele tem um braço forte, mas ele não é tudo isso. Joguei contra ele duas vezes no último ano, e ele realmente me desapontou”, disse o defensor, que também mirou em Matt Ryan.

“Acho que Matt Ryan é supervalorizado. Você não pode me dizer que ganhou o MVP dois anos atrás e no último ano você foi uma farsa e ainda tem Julio Jones? Não há como isso ter acontecido. Não me importo. Sabe o que isso significa para mim? Isso me diz que (Kyle) Shanahan deixou o time, foi para San Francisco, pegou (Jimmy) Garoppolo, fez Garoppolo uma grande coisa. E agora Garoppolo é um grande nome e (Ryan) teve esse ano ruim? Certo, bem, era você mesmo ou o treinador? Ele estava fazendo o que mandavam e isso o tornava bom”, analisou.

Para não ficar apenas nas críticas, Ramsey também falou daqueles que realmente considera bons. Além de Aaron Rodgers e Tom Brady, ele citou Marcus Mariota, Tyrod Taylor, Dak Prescott, e apontou Deshaun Watson como um futuro MVP da liga, assim como Carson Wentz.