<
>

30 dias para a NFL: As previsões 'ousadas' para cada franquia na temporada 2018

Faltando um mês para a temporada começar, e hora de se arriscar nas previsões ESPN

Faltam exatamente 30 dias para Philadelphia Eagles e Atlanta Falcons se enfrentarem no Lincoln Financial Field, na abertura da temporada 2018 da NFL.

A pré-temporada começou, mas o jogo do Hall da Fama não serve para avaliar muita coisa, já que Joe Flaco e Mitchell Trubisky nem sequer entraram em campo na vitória do Baltimore Ravens sobre o Chicago Bears.

Sendo assim, é hora da equipe dos Canais ESPN tirarem a poeira de suas bolas de cristal e ousarem, arriscando previsões para cada uma das 32 franquias. A ideia aqui não é fazer uma análise do que os times prometem, mas sim tentar prever alguns acontecimentos.

Muita coisa ainda vai mudar neste mês que falta para a bola voar, e poucos esportes são tão imprevisíveis como o futebol americano. Mas é claro que você, fã de esporte, vai salvar esta página para vir nos cobrar. Mas ninguém fugiu, já que não temos medo de “acabar com dinastias”!

NFC LESTE

PHILADELPHIA EAGLES

Gustavo Faldon: Carson Wentz não vai ter mais do que 30 tentativas de corrida no ano

Depois de romper os ligamentos do joelho no que poderia ter sido uma temporada de MVP, Carson Wentz volta em 2018 com o time campeão do Super Bowl. Os Eagles sabem que não precisam das pernas de seu QB, que chamou atenção em 2017 por sua versatilidade, e não vão arriscar mandar ele sair do pocket toda hora e ir de cabeça na endzone. Em 2016, Wentz tentou correr 46 vezes. Em 2017, foram 64. Não espere que o número seja alto em 2018.

NEW YORK GIANTS

Gustavo Faldon: Os Giants vencerão 8 jogos ou mais

Com exceção dos atuais campeões, os outros três times da NFC Leste estão praticamente no mesmo nível. Qualquer um dos outros três pode ficar em segundo na divisão e, se estivermos falando em surpresa, brigar pelos playoffs. Com a segurança do promissor Saquon Barkley, Eli Manning enfim pode ter o espaço e tempo necessário para conectar com Odell Beckham Jr.

DALLAS COWBOYS

Renan do Couto: Dak Prescott vai ter menos de 20 TDs e mais de 10 INTs

As saídas de Dez Bryant e Jason Witten vão pesar nos Cowboys, que não conseguiram peças de reposição à altura. Com isso, Dak Prescott terá sua pior temporada na liga. Ezekiel Elliott terá de correr muito para ajudá-lo.

WASHINGTON REDSKINS

Gustavo Faldon: Alex Smith vai lançar menos do que 10 interceptações...de novo

Ele não faz seus olhos brilharem, mas também dificilmente coloca seu time em apuros. Com peças como Paul Richardson, Jamison Crowder e Josh Doctson e potencialmente Derrius Grice tomando conta das corridas, além do esquema também regular de Jay Gruden, Alex Smith deve seguir seu tom dos últimos anos e não irá atingir dígitos duplos em interceptações.

NFC NORTE

MINNESOTA VIKINGS

Renan do Couto: Kirk Cousins vai continuar sem vencer times fortes

Como passador, Kirk Cousins teve estatísticas decentes em Washington, mas a sua fama foi construída em cima de times fracos: nos seus anos por lá, foram apenas 4 vitórias e 19 derrotas contra equipes que terminaram a temporada com aproveitamento acima de 50%. Tão garantido quanto os US$ 84 milhões do seu contrato é que isso vai continuar: ele não terá nenhuma vitória contra um time de campanah positiva em 2018.

GREEN BAY PACKERS

Paulo Mancha: Uma defesa entre as 10 melhores da liga

Graças ao novo coordenador, Mike Pettine, a defesa estará entre as dez melhores da liga em termos de jardas e pontos cedidos. O linebacker Clay Matthews, que há três temporadas não passa de 7,5 sacks, surpreenderá a todos e quase dobrará essa marca.

CHICAGO BEARS

Paulo Mancha: Allen Robinson vai ter a melhor temporada da carreira

O quarterback Mitch Trubisky e o wide receiver Allen Robinson farão uma dupla muito produtiva, e o recebedor terá a melhor temporada de sua carreira, superando os 14 touchdowns marcados em 2015, quando atuava pelo Jacksonville Jaguars.

DETROIT LIONS

Paulo Mancha: Stafford discreto, mas jogo corrido eficiente

O quarterback Matt Stafford terá uma das temporadas mais discretas de sua carreira, mal chegando às 4.000 jardas. Em compensação, o corpo de running backs, que foi o pior da liga em 2017, vai sobressair e beirar as 1800 jardas no final da temporada.

NFC SUL

NEW ORLEANS SAINTS

Paula Ivoglo: Kamara fatal pelo chão e... Dez Bryant pelo ar

Dez Bryant assinará com a equipe e ajudará o time a conseguir a vaga de wildcard para os playoffs. Alvin Kamara será cada vez mais acionado, principalmente nos 4 primeiros jogos, devido à ausência de Mark Ingram, e será o líder de touchdowns terrestres da liga.

CAROLINA PANTHERS

Paula Ivoglo: Menos interceptações, ataque com boas marcas, mas nada de playoffs

Christian McCraffey será o running back com mais recepções da liga e o novo coordenador ofensivo, Norv Turner, o usará mais como slot receiver do que como running back. Cam Newton terá menos interceptações, e Greg Olsen passará das 1.000 jardas recebidas, mas o time não irá para os playoffs.

ATLANTA FALCONS

Paula Ivoglo: Ryan e Julio Jones vão liderar a liga

Matt Ryan lançará para mais de 5 mil jardas pela primeira vez na carreira e será o MVP novamente. Quem vai se dar bem com isso é Julio Jones, que acabará como lider em touchdowns na liga pela primeira vez. Na defesa, Isaiah Oliver ganhará o posto de cornerback principal até o final da temporada. Quer mais? Eles ganharão dos Eagles na abertura da temporada e vencerão a divisão.

TAMPA BAY BUCCANEERS

Paula Ivoglo: Mais uma temporada horrível, e demissões

A equipe perderá os 3 primeiros jogos sem o QB Jameis Winston, e terá apenas 5 vitórias na temporada toda. Sem chances de tentar vaga de wild card para os playoffs, o GM Jason Lichte e o treinador Dirk Koetter, serão demitidos ao final da temporada.

NFC OESTE

LOS ANGELES RAMS

Everaldo Marques: Cooks brilhando e festa em Atlanta, em fevereiro

Mais uma temporada com mais de 1.000 jardas aéreas e sete touchdowns para Brandin Cooks, que chegou do New England Patriots, nem jogou, e já ganhou novo contrato. E o Los Angeles Rams será o campeão do Super Bowl LIII

SEATTLE SEAHAWKS

Everaldo Marques: Russell WIlson vai liderar o time em jardas terrestres de novo

Os Seahawks mudaram tudo: vários jogadores importantes foram embora e Pete Carroll demitiu quase toda a comissão técnica - são seis novos assistentes, incluindo novos coordenadores. Está tudo "em obras" em Seattle, o time é uma grande incógnita para esta temporada. Assim, Russell vai ter que "gastar a perna", como no ano passado.

SAN FRANCISCO 49ERS

Everaldo Marques: Vai terminar como o melhor ataque da liga em pontos

Nos cinco jogos finais da temporada passada, com Jimmy Garoppolo como quarterback, foram quase 29 pontos por partida, e vai seguir assim. Quem voou com ele nessa fase foi Marquise Goodwin, que vai ser o líder da NFL em jardas de recepção na temporada.

ARIZONA CARDINALS

Everaldo Marques: Sam Bradford se machuca de novo e Rosen será o titular

Prever uma lesão para Bradford não chega a ser ousado, mas isso abrirá o caminho para Josh Rosen se tornar o quarterback titular. O calouro fará uma boa dupla com Larry Fitzgerald que, mesmo aos 35 anos, vai liderar mais uma vez a equipe em número de recepções.

AFC LESTE

NEW ENGLAND PATRIOTS

Antony Curti: Sem Edelman, Berrios será o alvo de Brady

Na ausência de Julian Edelman, que está suspenso, o calouro Braxton Berrios torna-se o principal wide receiver de Tom Brady no primeiro mês de temporada. Berrios tem protótipo parecido com o de Edelman e o grande paradigma do slot receiver nesta década, Wes Welker. Para quem gosta de fantasy, é um baita sleeper.

MIAMI DOLPHINS

Antony Curti: O head coach Adam Gase é demitido antes do final da temporada

Gase deu um baita all-in na questão de "Mudança de Cultura" ao despachar Jarvis Landry e Ndamukong Suh na última intertemporada. O tiro sai pela culatra, dado que eram os dois melhores talentos do time. Com campanha negativa, a paciência acaba e o treinador vai pra rua.

BUFFALO BILLS

Antony Curti: Josh Allen será titular antes da Semana 6

O "empolgou" está mais forte do que nunca e A.J. McCarron não vem treinando bem. A torcida pedirá por Allen a todo custo e Sean McDermott é obrigado a ceder. Cru ao sair de Wyoming e com o corpo de recebedores mais fraco da NFL, Allen não se desenvolve como deveria e as dores de crescimento serão enormes.

NEW YORK JETS

Antony Curti: Teddy Bridgewater será trocado até o fim de agosto

O contrato de Bridgewater é de apenas um ano e seis milhões. Depois dele, os Jets subiram no Draft e escolheram Sam Darnold. Com o quarterback-ponte em Josh MCown e boas atuações de Teddy na pré-temporada, a troca é óbvia demais para não acontecer.

AFC NORTE

PITTSBURGH STEELERS

Rafael Belattini: Le’Veon Bell terá a melhor temporada da carreira

Depois do holdout da temporada passada, o running back liderou a liga em tentativas de corrida, com 321. Isso deixou claro que o time não vai tentar diminuir o papel dele em campo, mesmo com a iminente saída do time. Preparem-se para um show do “Chicleteiro”, com mais de 1.300 jardas terrestres e pelo menos 10 TDs correndo com a bola.

BALTIMORE RAVENS

Rafael Belattini: Lamar Jackson termina a temporada como titular

A atuação no jogo do Hall da Fama não encheu os olhos de ninguém, mas não há motivos para duvidar. A paciência do torcedor e da comissão técnica com Joe Flacco se esgotará e Lamar Jackson terminará a temporada como quarterback titular dos Ravens. Este será o fim da trajetória do campeão do Super Bowl XLVII em Baltimore, liberando ainda um bom espaço na folha salarial da equipe.

CLEVELAND BROWNS

Rafael Belattini: Os Browns vencerão em Pittsburgh ou Baltimore

Prever que Cleveland vencerá um jogo não é algo simples (2017 a expectativa ficava longe do 0-16), e muito menos quando se trata de vencer na casa dos rivais. Vindo do bye na semana 12, é mais provável uma vitória dos Browns em Cincinnati, então a ousadia e ver um W na semana 8 ou 17, quando vão encarar Steelers e Ravens, respectivamente, na casa dos rivais.

CINCINNATI BENGALS

Rafael Belattini: Marvin Lewis não termina a temporada no cargo

Os Bengals desafiaram a lógica ao renovarem com Marvin Lewis como head coach, oferecendo a chance de uma 16ª e 17ª temporada para o treinador. Mas toda paciência chega ao fim, até mesmo a do presidente Mike Brown. Uma série de fracassos fará com que não exista uma 17ª chance para o técnico, e dependendo do limite da paciência de Brown, o adeus pode acontecer antes do fim da temporada

AFC SUL

JACKSONVILLE JAGUARS

Eduardo Zolin: Blake Bortles deixa de ser piada

Blake Bortles lançará para mais de 4500 jardas na temporada e consolidará sua vaga como líder do Jaguars. Com o incremento de produção ofensiva, o Jaguars consegue a liderança da divisão, mando de campo nos playoffs e a equipe chega novamente à final de conferência, mas uma lesão em Leonard Fournette durante o AFCCG desestabiliza a equipe que morre na praia mais uma vez.

TENNESSEE TITANS

Eduardo Zolin: Ousadia e fracasso retumbante

O novo técnico Mike Vrabel começa a temporada empregando conceitos do Wildcat, aproveitando-se do atleticismo de Marcus Mariota, mas o tiro sai pela culatra quando o quarterback se machuca em uma jogada contra o rival Houston Texans. Com apenas Derrick Henry como arma confiável no ataque, a temporada do Titans naufraga de forma espetacular e o time fica no TOP 3 do próximo Draft.

INDIANAPOLIS COLTS

Eduardo Zolin: Uma vitória nos playoffs

Andrew Luck volta da contusão que o afastou dos gramados, mas falta confiança ao novamente para suas jogadas e o novo técnico Frank Reich resolve apostar em Jacoby Brissett para titular. A mudança leva a equipe ao wildcard dos playoffs, quando Brissett se machuca e Luck entra no meio do jogo para garantir a primeira vitória do Colts em playoffs desde 2014.

HOUSTON TEXANS

Eduardo Zolin: Tchau, tchau, O’Brien!

Deshaun Watson não se entende em sua segunda temporada com Bill O’Brien, e o famoso “guru” de quarterbacks é demitido antes da bye week na semana 10. O coordenador defensivo Romeo Crennel assume o time como interino, focando a boa atuação da defesa comandada por J.J. Watt e Jadeveon Clowney e reajusta o ataque para o feijão com arroz até o final da temporada.

AFC OESTE

KANSAS CITY CHIEFS

Matheus Zucchetto: Os Chiefs vão sentir (muita) falta de Alex Smith

Ter um quarterback sem experiência assumindo a titularidade não é algo incomum na NFL. Mas isso não significa que seja algo simples ou fácil. Patrick Mahomes tem o potencial para ser o dono da posição nos Chiefs, só que podemos confiar que ele irá atingir o nível que Alex Smith teve em sua última temporada no time? Não. E isso deve custar o título de divisão.

LOS ANGELES CHARGERS

Matheus Zucchetto: Los Angeles vai comemorar dois títulos de divisão

Vamos esquecer um pouco os Rams, que são favoritos na NFC Oeste. Os Chargers costumam começar a temporada com problemas, se encontram e acabam fora dos playoffs por algum critério de desempate. Mas em 2018, Philip Rivers terá um ano sólido, Keenam Allen vai aproveitar uma offseason saudável e Melvin Gordon terá um novo center – Mike Pouncey – para fazer o ataque terrestre funcionar. Os Chargers vão vencer a AFC Oeste.

DENVER BRONCOS

Renan do Couto: Marquette King vai quebrar o recorde de jardas por punt da NFL

Ex-Raiders, o punter Marquette King agora chutará na altitude de Denver, e o ar rarefeito vai impulsionar suas estatísticas. Na carreira, King tem uma média de 46,8 jardas por punt, e o número ficou em 47,4 em 2017. Neste ano, King terá mais de 51,4 jardas por punt, quebrando o recorde estabelecido por Sammy Baugh (WAS) em 1940.

OAKLAND RAIDERS

Matheus Zucchetto: Derek Carr vai sofrer – e aprender – com Jon Gruden

Em 2016, antes de se lesionar, Carr parecia estar pronto para assumir a posição de um dos principais quarterbacks da NFL – e levar os Raiders de volta ao topo. Mas 2017 foi um ano de altos e baixos para o QB em Oakland. Agora, com Gruden de volta, ele terá um treinador focado no ataque pela primeira vez em sua carreira profissional. E tem mais uma chance para subir de patamar na liga.