<
>

Na NFL, dinheiro não é tudo: só 2 dos 10 times mais ricos estão entre 8 que lutam por Super Bowl

Neste final de semana, oito times disputam as quatro vagas para as finais de conferência na NFL. Dentre aqueles que ainda sonham com uma vaga no Super Bowl LII, cinco sequer haviam conquistado uma vaga nos playoffs na temporada passada.

A NFL se orgulha de ser uma das “mais democrática” das grandes ligas norte-americanas justamente por promover o equilíbrio entre os times. O pior de um ano tem a vantagem de poder recrutar o melhor nome do futebol universitário e, principalmente, todos os times têm exatamente os mesmos valores para gastar com seus elencos.

É justamente por isso que não surpreende que apenas dois times dentre os 10 mais valiosos da NFL ainda estarem sonhando com o título da temporada.

Segundo a revista Forbes, o New England Patriots, que encara o Tennessee Titans neste sábado, às 23h (de Brasília) é o segundo mais rico time da liga, avaliado em US$ 3,7 bilhões (R$ 11,93 bilhões) e com receitas de US$ 575 milhões (R# 1,8 bilhão), e um lucro operacional de US$ 247 milhões (R$ 796 milhões).

O outro representante do top 10 é justamente o 10º colocado da lista, o Philadelphia Eagles, que recebe o Atlanta Falcons, também no sábado, às 19h35. De acordo com a revista, a franquia vale US$ 2,65 bilhões (R$ 8,55 bilhões), com receitas de US$ 430 milhões (R$ 1,3 bilhão) e lucro de US$ 63 milhões (R$ 203 milhões).

Nesta temporada o teto salarial para a montagem dos elencos foi de US$ 167 milhões (R$ 538,56 milhões). Ao contrário do que acontece na NBA, de basquete, e na MLB, do beisebol, não há flexibilização. Ou seja, todos os 53 jogadores do elenco principal e os 10 do time de treinamento devem se encaixar dentro deste orçamento.

Desde a criação do teto salarial, em 1994, ficou muito mais complicado manter elencos juntos, já que conforme os times ganhavam, os jogadores queriam ganhar mais, e a conta não fechava dentro de um limite a ser gasto.

É até por isso que a sustentação do New England Patriots, apontado com um dos melhores times em cada uma das últimas 18 temporadas, acaba sendo ainda mais valorizada.

Dentre os outros valiosos da Forbes, o Los Angeles Rams Rams, 6º do ranking, quebrou um longo jejum e jogou a pós-temporada neste ano, perdendo para os Falcons na primeira rodada. Já o Dallas Cowboys, líder, New York Giants, 3º, e Houston Texans, 8º, jogaram os playoffs no ano passado.

O Washington Redskins já não vai aos playoffs há duas temporadas, enquanto Chicago Bears, 7º, e New York Jets, 9ª, amargam jejuns mais longos, ambos aparecendo pela última vez em 2010.