<
>

Na NFL, mandantes são 'favoritaços', mas visitantes têm aprontado nos últimos anos

Os Patriots, de Tom Brady, são os maiores favoritos do final de semana Tim Bradbury/Getty Images

Na NFL a vantagem de terminar a temporada regular com uma das duas melhores campanhas da conferência resume-se ao descanso no primeiro final de semana e a oportunidade de jogar em casa na rodada Divisional, a “semifinal” da conferência.

No próximo final de semana, Eagles, Patriots, Steelers e Vikings contarão com o apoio da torcida para seguirem sonhando com o Super Bowl LII, mas ver um visitante estragando a festa é bastante comum.

Desde que o formato atual foi adotado, em 1990, apenas sete vezes todos os times da casa avançaram, sendo que nos últimos 12 anos isto aconteceu apenas uma vez, em 2015.

De acordo com o ESPN Football Power Index, há 28% de chance dos mandantes vencerem todos seus jogos nesta rodada. Trata-se da maior probabilidade desde 2014, quando a ferramenta apontava 32% de chance, mas os Colts surpreenderam os Broncos em Denver.

Em 2008 o cenário foi quase catastrófico para os locais. Ravens, Cardinals e Eagles calaram os torcedores de, respectivamente, Titans, Panthers e Giants, restando apenas os Steelers para manterem a honra dos mandantes, com uma vitória sobre os Chargers.

Segundo o FPI, o menor favoritismo é do Minnesota Vikings, que tenta ser o primeiro anfitrião a disputar um Super Bowl e é apontado com 68% de chance de bater o New Orleans Saints no domingo.

Pittsburgh Steelers e Philadelphia Eagles aparecem com 70% de chance de vencerem Jacksonville Jaguars e Atlanta Falcons, respectivamente, sobrando o New England Patriots como maior favorito do final de semana.

A equipe de Tom Brady aparece com 88% de chance de passar pelo Tennessee Titans no sábado, a quarta maior em um jogo de playoff desde 2008. A diferença de pontos, inclusive, é mais do que o dobro da projetada para Steelers e Jaguars – 15,4 contra 7 do outro confronto da AFC.

Probabilidade maior tiveram apenas os próprios Patriots, em 2011, contra os Broncos (94%), e em 2016, contra os Texans (89%), e o Chicago Bears, em 2010, contra os Seahawks (90%). Em todos os casos o “favoritaço” venceu.

A ESPN e o WatchESPN transmitem todos os jogos até o Super Bowl LII. No sábado, Eagles e Falcons jogam às 19h35 (de Brasília), seguido por Patriots e Titans, às 23h15. No domingo, Steelers e Jaguars se enfrentam 16 horas, com Vikings e Saints entrando em campo na sequência, às 19h40.