<
>

NBA: Blazers batem Thunder com brilho de Lillard e McCollum e abrem vantagem na série

Lillard mais uma vez fez grande atuação Getty Images

Após vencer a primeira partida da série, o Portland Trail Blazers entrou em quadra no Moda Center contra o Oklahoma City Thunder na busca por ampliar sua vantagem e ficar mais próximo de uma vaga na semifinal da Conferência Oeste. E a missão foi bem cumprida. Vitória por 114 a 94, vantagem de dois a zero na série e tranquilidade para ir a Oklahoma sacramentar a vaga.

E se o jogo 1 se caracterizou pela insanidade, o jogo 2 foi mais tranquilo. Após um começo inconstante e com uma desvantagem que chegou a ser de dez pontos, o Portland foi se ajustando ao longo da partida e chegou a ir para os vestiários com o jogo empatado. Mas um terceiro quarto impecável lhe deu uma vantagem segura para garantir a vitória e controlar o final.

O triunfo deixa os Blazers como única equipe até aqui nos playoffs a abrirem 2 a 0 na série.

DUPLA INFERNAL

O nome da primeira partida para os Blazers sem dúvida foi Damian Lillard. Na madrugada desta quarta-feira, Lillard também brilhou, mas teve a companhia de C. J. McCollum. Os dois, assim como na temporada regular, combinaram uma ótima atuação e somaram juntos 62 pontos. 33 de McCollum e 29 Lillard. Uma dupla infernal.

E fazer muitos pontos nos playoffs já parece uma realidade para os dois. Quinta vez em pós-temporada que os dois marcam aos menos 25 pontos cada um. Se continuar assim, o torcedor dos Blazers terá muitos motivos para sorrir.

E para Damian Lillard foi mais especial. Em playoffs, ele chegou a oito jogos com pelo menos 25 pontos, cinco rebotes e cinco assistências. Só perde para Clyde Drezler, que alcançou o feito em 17 oportunidades an história da franquia.

SEM BRILHO DE WESTBROOK

Triplo-duplos se tornaram uma constante para Westbrook. Só que desta vez ele não veio por muito pouco, mais precisamente por um rebote. Foram 14 pontos, 11 assistências e nove rebotes para o armador do Thunder, que não conseguiu reverter a fraca atuação de sua equipe coletivamente em brilho individual.

Paul George bem que tentou, fez 26 pontos e pegou oito rebotes, mas não impediu a derrota. O pivô Steven Adams, muito bem na primeira partida, não repetiu o desempenho, mas saiu com 16 pontos e nove rebotes.

CALENDÁRIO DA SÉRIE

Jogo 1 - Blazers 104x99 Thunder - 14 de abril, 16h30

Jogo 2 - Blazers114x94 Thunder - 16 de abril, 23h30

Jogo 3 - Thunder x Blazers - 19 de abril, 22h30

Jogo 4 - Thunder x Blazers - 21 de abril, 22h30

Jogo 5 - Blazers x Thunder - 23 de abril (se necessário)

Jogo 6 - Thunder x Blazers - 25 de abril (se necessário)

Jogo 7 - Blazers x Thunder - 27 de abril (se necessário)