<
>

NBA: Os Rockets só têm uma chance contra os Warriors: deixar que Harden ataque Curry

A noite de quarta-feira marca a 18ª vez em que Golden State Warriors e Houston Rockets se enfrentam desde 2016-17 na NBA.

E olhando para os números dos confrontos, podemos ver um dos duelos mais importantes de toda a liga: James Harden x defesa dos Warriors - que o fã do esporte poderá ver na ESPN e WatchESPN, às 22h35 (de Brasília).

Houston ama isolar Harden no ataque, mas quando enfrenta Golden State, podemos dizer que o time ama deixar o camisa 13 sozinho contra Stephen Curry. Nas últimas três temporadas, nenhum defensor teve de marcar tanto Harden quanto Curry, e isso não é acidente.

Além de acertas tantas bolas de três, um dos traços que definem a dinastia dos Warriors é a tendência de girar a marcação durante as jogadas. E os Rockets tentam explorar este fato.

Olhe os números de trocas na marcação na épica série de sete jogos que definiu a final da Conferência Oeste de 2018. É fácil ver qual o alvo preferido de Harden e dos Rockets:

Curry ficou na marcação de Harden tantas vezes quanto os próximos cinco jogadores dos Warriors, somados. Por quê? Porque funciona. Os números são assombrosos.

Desde 2016-17, mais de 5 mil duelos entre jogadores foram registrados pelo menos 100 vezes. Mas mesmo neste gigantesco grupo, nenhum outro duelo produz estatísticas como Harden x Curry.

  • Nenhum outro duelo vê tantas infiltrações

  • Só outros três duelos têm médias superiores de lances livres cobrados

  • Só outros seis duelos têm mais pontos do jogador que está atacando

Harden x Curry é o duelo mais insanamente analítico da NBA, principalmente quando levamos em conta o que está em jogo. Afinal, são dois MVPs brigando pela supremacia no Oeste.

Quando comparamos os números de Harden quando marcado por outros jogadores dos Warriors, é fácil entender o motivo para Houston tanto atacar Curry:

Harden é muito mais agressivo contra Curry do que contra outros defensores de Golden State. Quando marcado pelo camisa 30, as chances do 'Barba' infiltrar e acabar cobrando lances livres mais do que duplica.

Os outros caras na lista são fortes ou grandes o bastante para atrapalhar a agressividade de Harden, mas Curry é mais magro e menor - e menos capaz de evitar que Harden chegue à cesta.

Por mais que seja tentador interpretar esses números como indícios da defesa de Curry, há algo a mais. Todos os outros defensores são do mais alto nível, e a tendência de Houston em isolar Harden contra Curry só mostra o respeito que o time time pelo restante dos jogadores. Não é a melhor opção dos Rockets, mas a única chance.

Ver um jogo de Houston atualmente é um exercício de repetição. Eles amam isolar Harden no ataque, de novo e de novo. Mas contra Golden State, a tática de atacar Curry se tornou o 'arroz com feijão' dos Rockets. E quando Curry está marcando Harden, outros caras como Andre Iguodala, Kevin Durant e Klay Thompson estão ocupados com os pontuadores secundários do time de Mike D'Antoni.

Mesmo que tenha uma média de 48 pontos a cada 100 posses de bola, de acordo com o Second Spectrum, os números de Harden mudam muito de acordo com quem está em sua marcação - média é inferior a 20 pontos quando ele encara Klay Thompson. Mas ao encarar Curry, Harden cresce. Nos playoffs de 2018, ele teve média de 58 pontos a cada 100 posses de bola contra o armador rival, e boa parte dos números são através de lances livres.

Nas últimas três temporadas, Harden teve pelo menos 100 duelos individuais contra outros 42 jogadores. Deste grupo, Iguodala é quem mais dificulta a vida do 'Barba': média de 17.2 pontos a cada 100 posses de bola.

Mesmo que os números não deixem dúvidas de que Harden domina a batalha contra Curry, o basquete ainda é um esporte coletivo. E Curry parece feliz em vencer as guerras - e os títulos.