<
>

Gigante de material esportivo desvaloriza mais de R$ 4 bilhões após tênis estourar e lesionar promessa da NBA

A noite da quarta-feira não foi das melhores para o fã do basquete, que viu a expectativa do confronto entre Duke e North Carolina se esvair em apenas 31 segundos, com a lesão de Zion Williamson. Mas para a Nike o pesadelo foi financeiro.

Apontado como a grande promessa para o futuro da NBA, o astro de Duke caiu no chão quando o tênis do pé esquerdo simplesmente destruiu, e é claro que a fabricante sentiu as consequências na abertura das bolsas de valores.

Depois da provocação da concorrência, as prévias já apontavam a queda das ações da gigante de materiais esportivos. Nos primeiros 10 minutos de atividade da Bolsa de Nova York, a queda das ações da Nike ficou perto de 1%, o que representa uma perda de cerca de US$ 1,12 bilhão (R$ 4,21 bilhões) em seu valor de mercado

O problema da Nike foi além do tênis de Zion. Lançado recentemente e utilizado por alguns astros da NBA, o modelo Adapt BB, vendido por US$ 350 (R$ 1.315), vem apresentando problemas com a atualização de seu software - o tênis muda de cores de acordo com o desejo do dono - e algumas unidades teriam apresentado falhas no sistema responsável por "amarrar" automaticamente.