<
>

LeBron é defendido por Curry, Michael Jordan e outras estrelas da NBA após duras críticas de Trump à sua inteligência

Não é a primeira vez que política, por meio da figura de Donald Trump, presidente dos Estados Undiso, e NBA se misturam recentemente. Longe disso.

Desta vez, o governante usou sua conta no Twitter para criticar LeBron James, recém-chegado ao Los Angeles Lakers, por dizer que Trump ''estava tentando usar esportes para dividir as pessoas'', fazendo referência às duras críticas do presidente aos protestos pacíficos de jogadores da NFL, MLB e da própria NBA contra a desigualdade racial nos Estados Unidos.

"LeBron acabou de ser entrevistado pelo homem mais burro da televisão, Don Hermon (jornalista da emissora CNN). Ele conseguiu fazer com que LeBron parecesse inteligente, o que não é fácil de fazer. Eu gosto do Mike (Michael Jordan)'', declarou Trump.

O três vezes campeão da NBA ainda não respondeu ao ataque do político, mas outras estrelas da liga fizeram questão de apoiar James em meio um período de instabilidade política no país norte americano. Vale ressaltar que o ala acabou de inaugurar uma escola pública em Akron, sua cidade natal, para crianças com dificuldades financeiras.

O próprio Michael Jordan, citado no polêmico tuíte de Trump, defendeu o atleta com quem muitos o comparam como melhor jogador da história da liga.

MJ appreciates LeBron's work outside of basketball.

A post shared by espn (@espn) on

''Eu apoio o LJ (LeBron James). Ele está fazendo um ótimo trabalho para a sociedade'', declarou o ex-craque em uma entrevista à NBC News.

Além dele, jogadores que fazendo parte da liga atualmente também opinaram sobre o episódio, sempre defendendo LeBron.

Stephen Curry, um dos maiores rivais de LeBron nos últimos anos, foi breve para mostrar seu apoio: ''Continue sendo você, LeBron''.

Karl Anthony-Towns, um dos melhores pivôs da liga, fez questão de lembrar o presidente que ele não está cumprindo responsabilidades maiores em sua gestão: ''Deixa eu ver se eu entendi. A cidade de Flint, em Missouri, ainda tem água suja, mas você está preocupado com uma entrevista sobre um homem fazendo coisas boas para a educação e a próxima geração de crianças em sua cidade natal? Cale sua boca! Pare de usar seus ''dedos de Twitter'' e faça algo para seu país com essa caneta'', atacou.

''Uma demonstração de um homem inseguro sendo o que ataca outros para sentir-se melhor. Eu fico triste que crianças pequenas se deparem com tuítes como esse e cresçam pensando que é normal. Esqueça todo o resto, Donaldo, você está dando um mau exemplo para as crianças e o futuro'', criticou Donovan Mitchell, grande promessa da NBA.