<
>

Pistons demitem treinador e presidente de operações Stan Van Gundy

Getty

Após não conseguir classificação para os playoffs pela segunda temporada seguida, o Detroit Pistons anunciou nesta segunda-feira a demissão do treinador e gerente de operações Stan Van Gundy como primeiro passo do processo de reformulação da franquia.

O dono dos Pistons, Tom Gores, foi o encarregado de comunicar a saída de Van Gundy, que estava há quatro anos no comando do time e ainda tinha uma temporada de contrato.

"Decidimos que esta mudança é necessária para levar a nossa franquia a um novo patamar. Foi uma decisão muito difícil, que não foi feita de forma superficial", destacou Gores no comunicado oficial.

"Sou grato por tudo o que Stan fez pelos Pistons e pela cidade de Detroit. Reconstruiu a cultura do nosso time, reintroduziu uma mentalidade vencedora, com ética de trabalho, e nos levou aos playoffs há dois anos. Desde o primeiro dia, impactou positivamente esta franquia e esta comunidade", acrescentou o proprietário da equipe.

Gores também revelou que Van Gundy demonstrou o desejo de concluir o projeto que começou, mas ficou definido que esta não era a melhor opção para a equipe.

"Stan é um competidor e queria terminar o trabalho. Reestruturou um elenco que acreditamos ser muito competitivo no Leste. Sei que ele está decepcionado e que se preocupa profundamente com seus jogadores, sua equipe, esta organização e esta cidade", concluiu.

Em janeiro, os Pistons conseguiram o ala-pivô Blake Griffin em uma troca com Los Angeles Clippers, mas o reforço não foi suficiente para garantir a pós-temporada para o time, que se despediu da competição com 39 vitórias e 43 derrotas.

Stan Van Gundy, de 58 anos, levou o time da Divisão Central aos playoffs da Conferência Leste somente em 2015-16 e teve um retrospecto total de 152-176 ao longo destas quatro temporadas.

Antes de comandar os Pistons, Van Gundy também tinha treinado o Miami Heat e o Orlando Magic, com 57,7% de aproveitamento. Em uma temporada agitada para os treinadores da NBA, a demissão de Van Gundy é a oitava troca do tipo nas franquias em 2017-18.

O comentarista de televisão Brent Barry é apontado como um dos fortes candidatos ao posto do time de Tom Gores.