<
>

Embiid, dos 76ers, mostra irritação após derrota para o Heat: 'Estou p*** e cansado de ser tratado como um bebê'

play
Na NBA, técnico dos 76ers responde a fortes reclamações Embiid por 'ser tratado como bebê' (0:52)

Brett Brown afirmou que respeita a frustração do pivô e entende o espírito de seus protestos (0:52)

Joel Embiid, pivô que foi eleito ''All-Star'' da NBA atuando pelo Philadelphia 76ers, mostrou sua frustração após não ter sido liberado para atuar no Jogo 2 da primeira fase de playoffs, no qual sua equipe perdeu para o Miami Heat por 113-103, levando ao empate em 1 a 1 no placar da série melhor de sete.

Na sua conta no Instagram, o atleta de 24 anos de idade aparentemente disparou contra a forma que está sendo tratado pelo corpo médico de sua equipe: ''Estou p*** e cansado de ser tratado como um bebê'', desabafou em sua rede social logo após o término da partida.

Embiid está fora de ação desde o dia 28 de março, quando levou a pior numa trombada com seu companheiro de equipe Markelle Fultz, quebrando a órbita de seu olho, além de ter sofrido uma concussão cerebral. Em sua visão, já deveria ter voltado para a quadra, mas os especialistas preferem adotar a cautela no caso.

''Eu prometi à essa cidade que eu levaria os 76ers aos playoffs, e agora que chegamos, eu não posso estar lá e posso também não estar na quinta-feira (dia do Jogo 3 da série). Eu queria jogar mais do que qualquer coisa. Eu só quero a permissão para atuar'', disse o camisa 21 em entrevista para a ESPN.

Embora existam muitas complicações com a contusão de Embiid, a possibilidade de ele estar apto a entrar em quadra no Jogo 3 é tratada com otimismo entre os médicos de Philadelphia.

Brett Brown, seu técnico, não demonstrou preocupação com a atitude do pivô. ''Ele só quer jogar basquete, atuar na frente de sua torcida'', minimizou o comandante.

Embiid teve médias de 22.9 pontos, 11 rebotes e 1.8 tocos nas 63 partidas nas quais atuou em 2017/2018, o credenciando como a principal força ofensiva dos 76ers na temporada.