<
>

Defesa sólida garante vitória do Oklahoma sobre os Hornets

O equilíbrio entre o Charlotte Hornets e o Oklahoma City Thunder chamou a atenção até o terceiro período. Porém, no momento decisivo do duelo, a diferença técnica dos jogadores da terceira melhor equipe do Oeste fez a diferença e garantiu a vitória por 101 a 91.

No primeiro quarto, a equipe visitante iniciou a partida atuando mais forte que o adversário e começou dominando no placar. Com um ritmo mais intenso, não demorou para que a equipe de Oklahoma abrisse 10 pontos de diferença em relação ao adversário. Porém, a equipe da casa conseguiu entrar na partida na segunda metade do quarto e conseguiu encerrar os primeiros 12 minutos com apenas 3 pontos de desvantagem.

No segundo quarto, o equilíbrio tomou conta da partida. Com ataques fortes, as duas equipes pontuavam em grande número e se revezavam na liderança da partida. A maior vantagem conseguida por uma das equipes veio apenas no final do período, quando os mandantes conseguiram ir para o intervalo com quatro pontos na frente.

Após o pausa, o prognóstico da partida se manteve o mesmo. Com um alto nível de equilíbrio, as equipes desta vez priorizaram a defesa no quarto e sofreram poucos pontos. Os sistemas defensivos funcionando fizeram com que a pequena vantagem da equipe da casa se mantivesse para o início do quarto decisivo.

Os 12 minutos finais foram os mais desequilibrados do confronto. Com a defesa seguindo muito sólida e o ataque voltando a funcionar, o Thunder não demorou muito para abrir uma ótima vantagem de 11 pontos a seu favor.

Contando com uma ótima atuação do pivô Steven Adams, responsável por 14 pontos na frente e pilar da defesa da equipe com 11 rebotes, três tocos e três roubadas de bola, os visitantes souberam como segurar a vantagem e confirmar a vitória fora de casa.

Mesmo sem DeAndre Jordan, Clippers vencem Kings pela NBA

O Los Angeles Clippers venceu por 126 a 105 o Sacramento Kings, neste sábado, em partida da temporada regular da NBA, apesar da ausência de seu pivô DeAndre Jordan.

Lou Williams marcou 26 pontos e foi o cestinha da equipe de Los Angeles. Com seu triunfo, os Clippers ficam com percentagem de 500 com marca de 21-21, e estão em segundo na Divisão do Pacífico.

Jordan perdeu a primeira partida devido a uma lesão na sua carreira de 10 anos, todos com os Clippers.

O técnico Doc Rivers disse que não acredita que Jordan tenha uma lesão grave, mas que a equipe quer ter certeza de que seu jogador não esteja em risco de agravar sua situação.

Pelos Kings, o cestinha foi Willie Cauley Stein com um duplo-duplo de 23 pontos e 13 rebotes.