<
>

Lanza e Pumputis se destacam no segundo dia do Troféu Maria Lenk

Dois nomes da nova geração da natação brasileira se destacaram no segundo dia de provas do Troféu Maria Lenk. Nesta quarta-feira, Vinicius Lanza, de 22 anos, fez o sexto melhor tempo do mundo nos 100m borboleta, enquanto Caio Pumputis, de 20, fez o melhor tempo de sua vida nos 200m peito.

Após brilhar no NCAA, há cerca de um mês, Vinicius Lanza, do Minas Tênis Clube, chegou ao Troféu Brasil Maria Lenk para por à prova sua boa fase na busca de um lugar no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos e no Jogos Pan-Americanos. Com 51s66 nos 100m borboleta, o nadador fez o sexto tempo do mundo nesta temporada. Iago Moussalem, do Pinheiros, levou a prata (52s47), já Gabriel Fantoni, também do Minas Tênis Clube, o bronze (52s68).

“Venho de resultados bons nos Estados Unidos, mas lá nós nadamos em jardas. É quase outro esporte. Temos que nos adaptar. Estou feliz com meu resultado. Queria nadar para 50s, mas para o primeiro dia está bom. Ainda temos outros dias de competição e resultados melhores ainda podem vir”, disse o campeão.

O Parque Aquático Maria Lenk também assistiu uma ótima performance nos 200m peito feminino. Julia Sebastian, também do Minas Tênis Clube, venceu a disputa com recorde sul-americano (2m24s92). Macarena Ceballos, do Flamengo, terminou com a prata (2m27s71), e Bruna Monteiro Leme, do Corinthians, assegurou o bronze (2m29s76).

A versão masculina da prova teve show de Caio Pumputis. O nadador da nova geração e representante do Pinheiros fez o melhor tempo da vida: (2m09s93). Andreas Mickosz, do Minas Tênis Clube, encerrou em segundo (2m12s70) e Raphael Rodrigues, do Sesi-SP, em terceiro (2m12s79).

“Foi um bom tempo. Acabei sentindo um pouco o fôlego no final, mas deu tudo certo. Saberemos só ao final os classificados para o Mundial, mas para o primeiro dia está bom. Ainda tenho os 200m medley e acho que posso conseguir um tempo bom na prova”, disse Pumputis, que obteve o 16º tempo do mundo.

Nos 800m livre, Miguel Valente desbancou o recordista sul-americano Guilherme “Cachorrão” Costa. O atleta olímpico liderou durante toda a prova e triunfou com 7m55s13. Diogo Villarinho levou a prata (7m58s36) e Bruce Hanson o bronze (8m01s18).

O Troféu Brasil Maria Lenk segue nesta quinta-feira, com eliminatórias a partir das 9h30 (de Brasília) e finais às 18h. A TV CBDA transmite todas as etapas pelo site: https://tvcbda.tvnsports.com.br.