<
>

Anderson Silva se pronuncia após lesão e derrota no UFC 237 e garante: 'Vou até o fim'

Anderson Silva usou as redes sociais para se pronunciar após lesionar o joelho e perder para Jared Cannonier, no UFC 237, no Rio de Janeiro.

Em postagem no Instagram, o Spider usou palavras motivacionais e deu a entender que continuará lutando após se recuperar.

"Fala, meu povo. Até o limite! A dor é sua amiga ... Ela mostra que você não esta morto ainda. Dizem por aí que grandes símbolos tornam-se grandes alvos, talvez... Mas a coisa mais importante é não se vitimizar. Se caiu, levante. Se quebrou, conserte. Nada de desistir ou achar que não consegue porque perdeu uma batalha", escreveu.

"O ditado e um só: eu vou até o fim, e quanto mais me pressionarem, mais eu vou querer ir até o fim. Não existe nada selvagem que sinta pena de si mesmo. Um leão velho rodeado de hienas famintas loucas para devorá-lo e ele mesmo assim luta até a morte sem nunca ter sentido pena de si mesmo, e não será diferente comigo! Força e honra!", completou.

A lesão aconteceu nos últimos segundos do primeiro round. Cannonier chutou forte e acertou a coxa e o joelho direito de Anderson, que caiu imediatamente levando a mão ao local.

Visualizar esta foto no Instagram.

Fala meu povo. ATE O LIMITE... A dor é sua amiga ... Ela mostra que vc não esta morto ainda. Dizem por aí que grandes símbolos tornam-se grandes alvos, talvez... mas a coisa mais importante é não se vitimizar se caiu levante, se quebrou conserte, nada de desistir ou achar que não consegue porque perdeu uma batalha. O ditado e um só, eu vou até o fim e quanto mais me pressionarem mas eu vou querer ir até o fim, não existe nada selvagem que sinta pena de si mesmo, um leão velho rodeado de hienas famintas loucas para devora-lo e ele mesmo assim luta até a morte sem nunca ter sentido pena de si mesmo, e não será diferente comigo!!!! Foça e Honra!!!

Uma publicação compartilhada por Anderson "The Spider" Silva (@spiderandersonsilva) em

Na entrevista ainda no octógono, o brasileiro disse que já tinha uma lesão no local.

O Spider ainda não sabe a gravidade do problema. Em conversa com o ESPN.com.br, o médico do lutador, Dr. Márcio Tannure, disse que não havia fratura.

Outro membro da equipe admitiu que o temor era por uma contusão nos ligamentos.

Segundo apurou o ESPN.com.br, Anderson deve passar por exames nesta segunda-feira. Ele já teve um encontro com sua fisioterapeuta neste domingo.

Aos 44 anos, Anderson Silva ainda tem mais duas lutas em seu contrato. Há a dúvida sobre seu retorno justamente por conta do tempo que ele deve ter que ficar fora para se recuperar e pela idade que teria na volta.

Durante a semana, o empresário Jorge Guimarães, o Joinha, havia até cogitado a possibilidade de renovar o contrato, dizendo que Spider estava no seu auge físico ainda.

Veja todos os resultados do UFC 237:

CARD PRINCIPAL:

Jéssica Bate-Estaca (BRA) nocauteou Rose Namajunas (EUA) aos 2:58 do 2º round – pelo cinturão feminino dos palhas
Jared Cannonier (EUA) nocauteou Anderson Silva (BRA) (LESÃO) aos 4:47 do 1º round - médios
Alexander Volkanovski (AUS) venceu José Aldo (BRA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - penas
Laureano Staropoli (ARG) venceu Thiago Pitbull (BRA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 29-28) – meio-médios
Irene Aldana (MEX) finalizou Bethe Correia (BRA) com uma chave de braço aos 3:24 do 3º round – galo feminino

CARD PRELIMINAR:

Ryan Spann (EUA) nocauteou Rogério Minotouro (BRA) aos 2:07 do 1º round – meio-pesado
Thiago Moisés (BRA) venceu Kurt Holobaugh (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-27) - leves
Warlley Alves (BRA) nocauteou Sérgio Moraes (BRA) aos 4:13 do 3º round – meio-médios
Clay Guida (EUA) venceu BJ Penn (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-27) - leves
Luana Dread (BRA) venceu Priscila Pedrita (BRA) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 29-27) – moscas feminino
Raoni Barcelos (BRA) nocauteou Carlos Huachin (PER) aos 4:49 do 2º round - galos
Viviane Araújo (BRA) nocauteou Talita Bernardo (BRA) a 0:48 do 3º round – galos feminino