<
>

Adesanya chora após vencer e compara Anderson Silva a Michael Jordan

Enfrentar e superar o seu maior ídolo. Isso definitivamente é para poucos. Mas Israel Adesanya conseguiu. O nigeriano que entrou no mundo das artes marciais por pura admiração a Anderson Silva duelo com o brasileiro no UFC 234, venceu e chorou.

Logo após ser anunciado como vencedor, o nigeriano foi cumprimentar o brasileiro. Os dois se agacharam, no tradicional cumprimento das artes marciais. Anderson se levantou, Adesanya ficou mais tempo abaixado. Quando foi convencido a ficar de pé, limpou as lágrimas com a camiseta.

Anderson, que pediu para ele levantar, disse que ele era o cara. Adesanya respondeu. “Você é o cara! UFC 90, eu ainda lembro do DVD. Te assisto há muito tempo”, disse.

Depois, na entrevista ainda no octógono, mostrou ainda mais respeito.

“Isso é louco. Se eu tivesse jogando basquete, seria como jogar contra Michael Jordan. Anderson, obrigado. Obrigado, meu amigo. Eu te admiro muito”, disse.

Em entrevista coletiva, admitiu que se surpreendeu com a velocidade que o brasileiro ainda tem aos 43 anos de idade. E disse que está ansioso para continuar acompanhando a carreira dele, que pode continuar em Curitiba, em UFC ainda a ser confirmado no dia 11 de maio.

“Vou sentar e vê-lo lutar. Ou melhor: vou ficar em pé. Sempre fico em pé quando é o Anderson Silva”, disse.