<
>

Jacaré aproveita cancelamento em card de Anderson e cobra luta pelo título: 'Nada de absurdo, eu mereço'

O brasileiro Ronaldo Jacaré aproveitou o cancelamento da luta entre Robert Whittaker e Kelvin Gastelum, que aconteceria neste sábado, no UFC 234, para se colocar no topo da fila pelo título.

Jacaré cobrou do UFC uma chance de enfrentar Gastelum pelo título interino dos médios, aproveitando os problemas de saúde que tiraram Whittaker do evento principal do card que também terá o brasileiro Anderson Silva enfrentando o nigeriano Israel Adesanya na Austrália.

“Eu pedi essa luta, porque o Kelvin Gastelum me ganhou em uma decisão dividida e ele teve a chance de lutar pelo cinturão. Ele foi finalizado pelo Chris Weidman, e eu nocauteie o Weidman. Além de ter sido uma vitória apertada, eu estou vindo de um nocaute sobre um adversário que já finalizou o Gastelum”, disse Jacaré, em entrevista à revista “Tatame”.

“Eu não estou pedindo nada de absurdo, é algo que eu mereço”, completou o brasileiro, que lamentou a situação de Whittaker, que abandonou a luta com Gastelum a horas do duelo.

“O Whittaker foi em cima da hora a saída dele, realmente acontece. Eu sei muito bem o que é isso. É complicado, infelizmente teve esse problema de saúde”, avaliou.

“Estou pedindo a chance (de lutar por um cinturão interino), porque eu mereço. Na última vez, era visível que eu não estava bem, tive uma perda de peso ruim. Eu também não perco revanche. Se colocar essa luta em cinco rounds (com Gastelum), vai ser um lutão. Eu garanto isso”, encerrou.