<
>

Maior da história? Amanda Nunes tem só o quarto maior salário do UFC 232

Amanda Nunes precisou de apenas 51s para nocautear Cris Cyborg, chocar o mundo do MMA e deixar Dana White empolgado. O chefão do UFC não perdeu tempo em cravá-la como a maior lutadora da história depois do triunfo tão dominante.

Mas, ao menos até agora, os números do salário dela ainda não representam esse status.

No UFC 232, Amanda foi apenas a quarta mais bem paga, atrás de Jon Jones, Alexander Gustafsson e da própria Cris Cyborg.

A baiana levou para casa US$ 350 mil (R$ 1,3 milhão). Os outros três ganharam a mesma bolsa de US$ 500 mil (quase R$ 2 milhões).

Amanda ao menos diminuiu o ‘prejuízo’ ao levar mais US$ 50 mil (R$ 193 mil) pelo prêmio de uma das melhores performances da noite.

A promessa, porém, é que isso tudo mude. Empolgado com a atuação, Dana White já prometeu após o evento tratar Amanda com status de estrela daqui para frente.