<
>

Cris Cyborg e Amanda Nunes devem se enfrentar em dezembro, mas há muita polêmica envolvida

Cris Cyborg e Amanda Nunes se enfrentarão no UFC Montagem ESPN com Getty

Há um certo tempo, já houveram alguns rumores sobre uma possível luta entre Cris Cyborg e Amanda Nunes no UFC. Porém, enquanto Cyborg é peso pena (até 65kg), Leoa luta até 61kg, no peso galo. Dessa maneira, alguém teria que abrir mão de sua categoria para defender o cinturão.

Muitas pessoas questionam por quê fazer uma luta entre brasileiras, já que ambas são de categorias diferentes e, com isso, o Brasil seria detentor de um cinturão a menos. Mas sendo da mesma nacionalidade ou não, a verdade é que as duas campeãs aceitaram lutar entre si, com ressalvas.

Há uma briga muito além de unificação de cinturão: Amanda só aceitou a luta no dia 29 de dezembro, no UFC 323 e Cyborg esperava que a luta acontecesse no UFC 228, dia 08 de setembro.

Depois de uma publicação de Leoa nas redes sociais, em que ela estava assinando o contrato para que a luta ocorresse em dezembro, Cyborg repostou e os rumores começaram.

Cyborg, por sua vez, republicou a foto com a legenda: “Você quer que espere 9 meses para lutar contra alguém que vendeu apenas 85k PPVs na sua última luta?! Estou pronta para lutar agora! Você começou a me desafiar em janeiro! Se você quiser dezembro desocupe seu cinturão, então @ketlenvieiraufc recebe o que ela merece e eu posso lutar com outra pessoa enquanto você está treinando no próximo ano para se preparar e vai tratar sua sinusite também”.

Em entrevista ao portal MMAFighting, Cris Cyborg disse acreditar que essa será sua última luta pelo UFC. Além disso, ela já havia demonstrado interesse em voltar a competir boxe e inclusive, deu nome à oponente: a curitibana tem interesse em enfrentar a campeã mundial Cecilia Braekus, da Dinamarca. Cyborg já foi assistir a uma luta da dinamarquesa, onde apareceu vestida com uma camiseta que oficializava o desafio, com a escrita “Cyborg vs Braekus – no verão 2019”.

Em resposta, Amanda Nunes explicou o motivo de a luta ser apenas em dezembro. Em entrevista ao podcast Ariel Helwani’s MMA Show, Leoa disse que está esperando se recuperar de uma lesão no pé, além de ter defendido que o fato de a luta ser só em dezembro, dará mais tempo para que o evento seja promovido. Mais que isso, ela disse que precisa alcançar o peso pena.

A última luta de Cris Cyborg foi dia em março deste ano, onde ela nocauteou Yana Kunitskay no primeiro round. Ela acredita também ser muito desrespeitoso para uma atleta esperar tanto tempo para lutar novamente e afirmou estar pronta.

Leoa venceu sua última luta contra Raquel Pennington, no Rio de Janeiro em maio, pelo UFC 224.