<
>
2017/18 UEFA Champions League, Oitavas de Final
  • Edinson Cavani (71')
  • Marco Verratti (66')
  • Cristiano Ronaldo (51')
  • Casemiro (80')
VOLTA - Real Madrid venceu por 5-2 agregado
VOLTA - Real Madrid venceu por 5-2 agregado

Ronaldo marca de novo, Real Madrid bate PSG outra vez e vai às quartas

Cristiano Ronaldo comemora após marcar contra o PSG em Paris Getty Images

Os milhões e milhões investidos e o ambicioso projeto ainda não fizeram o Paris Saint-Germain chegar ao tão cobiçado objetivo de dominar a Europa. Isso porque o seu dono não parece disposto a ceder o trono.

Depois de ter batido o PSG por 3 a 1, em casa, o Real Madrid, atual bicampeão da Uefa Champions League, confirmou a classificação às quartas de final do torneio ao vencer novamente. Desta vez, o triunfo foi por 2 a 1, em pleno Parque dos Príncipes.

Autor de dois gols no confronto de ida das oitavas, Cristiano Ronaldo voltou a se destacar e abriu o placar com um cabeceio no começo do segundo tempo, após jogada de Marco Asensio e Lucas Vázquez. Os donos da casa ainda empatariam com Edinson Cavani, mesmo após Marco Verratti ter recebido o cartão vermelho. Porém, Casemiro marcou de novo e selou a nova vitória merengue.

Dessa forma, os parisienses seguem sem o tão sonhado título da Champions em sua era milionária. Até hoje, o melhor desempenho do clube foi a semifinal em 1994-95. Por outro lado, os espanhóis tentam ser o primeiro tri europeu desde o Bayern de Munique entre 1974 e 1976.

O resultado ainda encerra uma longa invencibilidade caseira do PSG. O time não perdia como mandante desde 20 de março de 2016, quando levou 2 a 0 do Monaco, pelo Francês. Desde então, eram 43 vitórias e oito empates.

Agora, o Real Madrid voltará a campo no sábado, quando visitará o Eibar, às 9h (de Brasília), pelo Campeonato Espanhol. No mesmo dia, o PSG receberá o Metz, às 13h, pelo Francês. Ambas as partidas terão transmissão da ESPN e WatchESPN.

PRIMEIRO TEMPO

Para a partida decisiva, o técnico Unai Emery decidiu colocar Thiago Silva novamente entre os titulares, sacando Kimpembe, que atuou no jogo de ida. Além disso, ele pôde usar desta vez o volante Thiago Motta, recuperado fisicamente, deixando no banco Lo Celso, que teve uma atuação ruim em Madri. Para a vaga de Neymar, Di María foi o escolhido.

Do lado merengue, Kroos e Modric, que ainda não estão 100%, começaram no banco, assim como Bale e Isco. Kovacic, Asensio e Lucas Vázquez começaram o duelo.

Com a bola rolando, se viu uma partida equilibrada, com as duas equipes se alternando em descidas ao ataque e com as defesas quase sempre prevalecendo. Assim, foram poucas chances claras ao longo dos primeiros 45 minutos. As melhores foram quase todas do Real Madrid, que viu Sergio Ramos e Benzema pararem em defesas de Areola. O atacante, inclusive, ficou cara a cara com o goleiro e perdeu ótima oportunidade. Carvajal também assustou com um chute de longe. A resposta dos mandantes veio nos minutos finais, com Mbappé parando em defesa de Navas.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, o Real precisou de um erro individual e seis minutos para abrir o placar. Asensio interceptou passe de Daniel Alves, fez jogada sozinho e tocou para Vázquez, que cruzou na medida para Cristiano Ronaldo cabecear firme para a rede.

A situação ficou ainda mais delicada para os mandantes aos 21min, quando Verratti reclamou ostensivamente de uma falta não marcada, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Apesar da desvantagem numérica, o time parisiense ainda conseguiu marcar. Após bate-rebate na área, a bola acertou Cavani e morreu no fundo da rede.

A esperança, porém, cederia de vez aos 35min. Depois de um corte mal feiro por Rabiot, Casemiro chutou com desvio, enganando Areola e definindo a vitória e a classificação do Real Madrid.

O dono da Europa segue faminto de títulos.

Notícias - UEFA Champions League