<
>

Neymar custou 20x mais do que Tadic, o craque de um Ajax que encantou a Europa

Dusan Tadic é um dos favoritos ao prêmio (inexistente) de melhor custo-benefício do futebol europeu na temporada.

O sérvio de 30 anos foi possivelmente o principal nome ofensivo de um Ajax que foi campeão do Holandês após cinco anos e que alcançou a semifinal da Uefa Champions League depois de 23 anos. Além disso, o clube faturou a Copa da Holanda.

O desempenho fantástico do meia-atacante foi decisivo para que o Ajax alcançasse uma das maiores temporadas de sua história. E, para contar com ele, o clube precisou pagar ‘apenas’ 11,4 milhões de euros (R$ 51,1 milhões na cotação atual) ao Southampton no meio de 2018, após um bom desempenho do atleta na Copa do Mundo.

Com dois de Tadic e golaço de Schöne, Ajax vence De Graafschap e conquista título holandês

Para efeito comparativo, a quantia representa 5,13% dos 222 milhões de euros (R$ 955,6 milhões) que o Paris Saint-Germain pagou um ano antes para tirar Neymar do Barcelona.

Na Champions, o camisa 10 ficou marcado pela atuação magistral na vitória por 4 a 1 sobre o Real Madrid, em pleno Santiago Bernabéu, pelas oitavas de final. Na ocasião, Tadic deu duas assistências e fez um gol. Este desempenho não foi um caso isolado e, sim, um reflexo do que foi sua participação no torneio.

O sérvio participou diretamente de dez gols na competição (seis bolas nas redes e quatro assistências), ficando atrás neste quesito somente de Lionel Messi, com 15 (12 gols e três assistências).

Já no Holandês, ele marcou duas vezes na mesma partida em quatro das últimas cinco rodadas - o meia-atacante brilhou na goleada sobre o De Graafschap por 4 a 1, pela última rodada do Holandês, que acabou por ser o jogo do título. Com essa sequência, ele conseguiu buscar Luuk de Jong e terminou o Holandês dividindo a artilharia com o centroavante do PSV Eindhoven, com 28 gols.

O camisa 10 ainda foi o vice-líder em assistências, com as mesmas 13 de Steven Berghuis, do Feyenoord. Hakim Ziyech encerrou como primeiro colocado, com 14.

Tadic fecha a temporada com 38 gols e 22 assistências em 56 jogos oficiais, tendo uma média de 1,07 gol/jogo.

Além de decisivo, o sérvio foi incansável, uma vez que ele não participou somente de duas partidas em toda a temporada – nas duas primeiras fases da Copa da Holanda. De resto, foi titular em todos os compromissos, menos no duelo de ida da segunda fase preliminar da Champions, contra o Sturm Graz.

David Neres mostra bastidores de comemoração do Ajax e filma até palavrão em português