<
>

Jornal aponta barca de saída no Milan, mas garante Paquetá: 'contratado para o presente e para o futuro'

A situação do Milan no futebol italiano não é boa. O time não depende mais apenas de suas próprias forças para se classificar para a Champions League da próxima temporada, e as atuações no Campeonato Italiano não vem repercutindo bem na diretoria.

Segundo o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, o mau desempenho dentro de campo coloca o trabalho do ídolo e técnico Gennaro Gattuso em perigo, seja por decisão do clube ou do próprio treinador, e nem mesmo a classificação para a Champions League mudaria a avaliação do trabalho dos gerentes – o brasileiro Leonardo também é ligado aos resultados.

Chegar ao final do Campeonato Italiano entre os quatro primeiros colocados, portanto, afeta principalmente a atuação do Milan no mercado de transferências, mesmo sabendo que contratações faraônicas não serão feitas por conta do fair play financeiro.

O jornal então elaborou listas com o futuro da maioria dos jogadores do elenco Rossonero.

Lucas Paquetá, ex-Flamengo, encabeça a lista dos que, de acordo com o periódico, com certeza ficarão no clube, por ser considerado “uma aquisição feita para o presente e futuro”, assim como o polonês Piatek. Romagnoli é outro que dificilmente sairá do Milan, mesmo pensando que sua venda levaria uma grande quantidade de dinheiro aos cofres do clube.

Calabria renovou o contrato recentemente e também fica, assim como Borini, que recuperou espaço com um bom final de temporada. Conti vai ter mais tempo para resgatar o futebol que estava jogando antes de se lesionar, enquanto Caldara e Bonaventura terão tempo para se recuperarem de problemas físicos. Por fim, Rodriguez também deve ficar, e Reina, como reserva de luxo e líder no vestiário, não tem motivos para sair do Milan.

Já os jogadores que com certeza deixarão o time de Milão são Montolivo, Bertolacci e Mauri, assim como Abate e Zapata, que não terão seus contratos renovados, de acordo com a Gazzetta dello Sport, já que, mesmo atuando bem na temporada, a nova política do Milan é de não segurar jogadores acima dos 30 anos de idade por conta de gratidão. Outro que deve sair é Strinic, que nunca mais foi aproveitado depois de se recuperar de problemas no coração.

O goleiro Donnarumma, de 20 anos, é um dos que têm futuro incerto, já que mesmo com performance inquestionável, pode ser negociado para que o Milan consiga aumentar o seu orçamento para contratações, segundo o jornal.

Cutrone, que já disse querer ficar, Suso e Çalhanoğlu são outros que podem sair para gerar milhões aos cofres do clube. Ainda de acordo com o periódico italiano, o argentino Lucas Biglia pode voltar à América do Sul.