<
>

Atlético de Madrid quebra silêncio sobre saída de Griezmann e presidente desabafa: 'Decepcionado'

Um dia após o atacante Antoine Griezmann anunciar que deixará o Atlético de Madrid ao final da temporada, o presidente da equipe colchonera, Enrique Cerezo, quebrou seu longo silêncio sobre a "novela" e desabafou.

O cartola garantiu que fez de tudo para que o francês decidisse permanecer, mas que, por fim, o "Diabo Loiro" optou por sair do clube com o pagamento de sua cláusula de rescisão de 120 milhões de euros (R$ 536,11 milhões), o que deixou o Atleti de mãos atadas.

"Mais do que bravo, estou decepcionado", bradou Cerezo, à Fox Sports.

"Antoine tinha um futuro brilhante no Atlético de Madrid, com grandes títulos e grandes campeonatos. Mas o problema é que cada pessoa pensa de maneira diferente, e Antoine pensa que a melhor decisão é ir para outro lugar", acrescentou.

"Respeitamos sua decisão, entristece nossos corações, mas assim é a vida, e há coisas que não temos como solucionar. Desejamos a ele a melhor sorte do mundo. Alguns se vão, outros virão", complementou.

Questionado sobre qual será o futuro de Griezmann, o presidente deu de ombros.

"Não tenho a menor ideia. O jogador irá para o lugar em que se sinta bem", finalizou.

Caso o atacante seja vendido exatamente pelo valor da multa, o Atlético embolsará 96 milhões de euros (R$ 427,8 milhões), enquanto o restante ficará com a Real Sociedad, clube anterior do atacante.

Griezmann está no Atlético desde 2014/15 e soma 133 gols em 252 jogos com a camisa alvirrubra, além de três títulos: uma Liga Europa, uma Supercopa da Uefa e uma Supercopa da Espanha.