<
>

Mourinho afirma que não vai mudar seu estilo: 'Não quero ser um cara legal'

Sem emprego desde que deixou o Manchester United no final de 2018, José Mourinho não pensa em mudar seu estilo para voltar a comandar uma equipe. Em entrevista exclusiva ao L’Équipe o português deixou bem claro que não renunciará aos seus princípios.

“O que você quer que um jogador diga de você? Que é um cara legal ou um bom treinador? Eu quero que digam que sou um bom treinador”, respondeu ao ser questionado sobre suas complicadas relações com jogadores.

“Eu não quero ser o mais simpático porque se você é em três meses te transformam em um marionete e isso nunca acaba bem. O mais enrolado não pode ser o treinador, mas tampouco pode ser um tipo que gere conflito permanente”, completou.

Mourinho também não aliviou ao comentar sobre o trabalho de Mauricio Pochettino, que conseguiu classificar o Tottenham para a final da Champions League contra o Liverpool de Jürgen Klopp.

“Pochettino? Ganhou algo? Admiro seu trabalho e o de Klopp, merecem ganhar algo grande, mas um dos dois ficará de fora. Jürgen disputará sua terceira final, não quero imaginar a sensação se não ganhar essa”, comentou.

Mourinho também disse que não se importa com o 26º título da carreira de Pep Guardiola, pois isso “indica que estou por aí, com 25”, e negou que possa ser o técnico do Paris Saint-Germain, já que o clube tem técnico.