<
>

Fifa recebe oferta para patrocínio no VAR e abre discussão na Europa

O VAR já é polêmico entre os fãs de futebol – e a ferramenta promete ganhar mais controvérsias em breve. Conforme publicou a mídia europeia na última semana, a Fifa já recebeu ofertas de patrocínio para os momentos dos jogos quando o árbitro de vídeo é consultado.

De acordo com Tim Crow, especialista em marketing esportivo, o VAR ocupou cerca de 27 minutos de televisão na última Copa do Mundo. Se cada minuto vale 600 mil libras, segundo avaliação da Ampere Analysis (cerca de R$ 3 milhões), a Fifa acumularia mais de R$ 80 milhões com esse acordo comercial.

Os dados são levantados pelo veículo Financial Times, que informa que a entidade organizadora do futebol mundial ainda não vendeu o espaço e prioriza a consolidação da ferramenta.

Ainda há alguma relutância em explorar o potencial comercial do árbitro de vídeo, uma vez que ele é controverso para parte dos torcedores.

Entretanto, é inegável a atenção máxima da audiência nos momentos de revisão das marcações de campo.

A discussão também chega às ligas europeias, que responderam ao jornal ainda não terem avançado com nenhum patrocínio para seu VAR.

A ferramenta vai virar um negócio?