<
>

Flamengo: de saída do Bayern de Munique, Rafinha diz que não decidiu se volta ao Brasil

play
Flamengo está na Europa por Rafinha e Filipe Luís? Dirigente responde: 'Também' (3:51)

Cacau Cotta, diretor geral de relações externas, ainda falou sobre o duelo com o Emelec nas oitavas da Libertadores (3:51)

Em meio a onda de despedidas de alguns dos atletas mais experientes do Bayern de Munique, como Ribery e Robben, chegou a vez de Rafinha.

Nesta terça-feira, o brasileiro concedeu sua última entrevista coletiva como jogador do clube bávaro, se emocionou ao relembrar toda a passagem pelo futebol alemão e não revelou qual será o seu futuro.

Especulado no Flamengo, onde há quem diga que existe até mesmo um pré-acordo entre as partes, o lateral-direito também desperta interesse do futebol europeu.

Na última semana, inclusive, o jornal português A Bola revelou o interesse do Sevilla, da Espanha, no futebol do atleta de 33 anos.

“Meu tempo aqui foi legal. Eu tive muitos momentos maravilhosos em oito temporadas. Ainda não decidi se vou voltar ao Brasil ou ficar na Europa por mais um tempo”, disse Rafinha, que ao fim da coletiva foi abraçado por alguns companheiros de equipe.

“Eu nunca pensei que ficaria na Alemanha por tanto tempo. Eu vim para o Schalke aos 18 anos de idade. Foi difícil para mim, idioma diferente, clima diferente, mas agora sou alemão. Sempre dei 100% quando estava em campo. Os oito anos foram maravilhosos, eu tive alguns grandes momentos aqui. Os três (títulos) em 2013 foram especiais. Mas todas as coisas acabam em algum momento”, completou.

Contratado pelo Bayern de Munique em 2011, Rafinha disputou 266 partidas pelo clube alemão, marcou seis gols e deu 29 assistências. Nesse período, conquistou uma tríplice coroa em 2013 (Copa da Alemanha, Campeonato Alemão e Champions League), além de outros 12 títulos nacionais, uma Supercopa da Europa e um Mundial de Clubes.