<
>

Jornal diz que Barcelona prepara 'operação' para tirar Griezmann do Atlético de Madrid e vender Philippe Coutinho

play
Filipe Luís no Flamengo? Zé Elias revela conversa que teve com o lateral sobre suas intenções para o futuro (1:01)

Segundo o comentarista, o atleta do Atlético de Madrid falou que pretende ficar na Europa (1:01)

O grande alvo do Barcelona para a temporada 2019-20 está claro: Antoine Griezmann.

Assim como aconteceu em 2018, o clube catalão tenta a contratação do atacante francês do Atlético de Madrid. Desta vez, de acordo com a imprensa espanhola, a contratação está praticamente fechada e faz parte de uma 'operação' do Barça que envolve Philippe Coutinho.

De acordo com o jornal Sport, da Catalunha, o Barcelona acredita que precisa de Griezmann, que tem contrato com cláusula rescisória de 200 milhões de euros (aproximadamente R$ 896 mi). Mas, depois de 1º de julho, a multa para tirá-lo do Atlético cai para 120 milhões de euros (R$ 538 mi).

De qualquer forma, o Barça quer entrar em acordo com o clube de Madri para não ter de chegar ao "extremo" de pagar a multa. O jornal afirma que, desta vez, o Atlético está disposto a escutar ofertar por sua grande estrela.

O Marca, de Madri, diz que os jogadores do Atlético estão "preparados para o que pode acontecer nas próximas semanas" e, apesar de não admitirem publicamente, acreditam que a saída de Griezmann é, sim, possível.

Detalhe: com a chegada do camisa 7 francês encaminhada, o Barcelona terá de se organizar para vender Philippe Coutinho.

O Sport afirma que o Barça já não pensa em recuperar todo o investimento feito pelo brasileiro - cerca de 160 milhões de euros (R$ 717 mi na cotação atual). Porém, o clube quer receber perto de 130 milhões de euros (R$ 582 mi) para aceitar uma venda - sendo que este valor poderia ser divido em variáveis pagas no futuro.

Segundo o jornal, o possível destino de Coutinho é o Chelsea - que deve perder Eden Hazard para o Real Madrid e, por isso, precisa de um grande nome para substituí-lo. Caso os Blues queiram contratar o meia brasileiro, eles terão de conseguir adiar a punição recebida da Fifa que proíbe compras nas duas próximas janelas de transferências. Para isso, o time inglês espera que o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) aceite seu recurso.