<
>

BOMBOU! Valor de patrocínio no Real, segurança de Mkhitaryan e UFC sem luta importante

play
Anderson Silva diz que trocaria carreira no UFC e no MMA por chance de jogar futebol pelo Corinthians (2:23)

Brasileiro se consagrou e fez o MMA explodir no Brasil, mas disse que trocaria tudo para defender o time do coração em campo (2:23)

A sexta-feira foi bastante agitada no mundo esportivo! E os destaques estão no ESPN.com.br! Para você ficar por dentro do que de melhor aconteceu, reunimos as principais notícias do dia. Se liga!

No futebol europeu, a imprensa espanhola divulgou o valor do patrocínio do Real Madrid com a Adidas, que renderá aos madrilenhos ao menos 128 milhões de euros (R$ 611,53 milhões), um valor pouco inferior ao faturamento total do Palmeiras, clube que mais arrecada no Brasil.

Ainda na Europa, o Arsenal terá um problema para resolver na final da Europa League. Isto porque o meio-campo Mkhitaryan é da Armênia, país que possui disputa territorial com o Azerbaijão pela região de Nagorno-Karabakh, ao longo das montanhas do Pequeno Cáucaso, e será o palco da decisão. Não há relações diplomáticas entre os dois países, e há o temor que ele seja impedido de disputar a partida.

No UFC 237, que será disputado no Rio de Janeiro, uma baixa importante. Por um problema ainda não divulgado, Diego Ferreira não se pesou na manhã desta sexta-feira e não vai mais enfrentar Francisco Massaranduba. O combate iria abrir o card principal.

Veja abaixo notícias que ‘bombaram’ nesta sexta-feira:

Palmeiras x Emelec e Flamengo x River Plate: As oitavas da Libertadores-2019 com regra antiga

Real Madrid vai ganhar da Adidas só menos do que o Palmeiras fatura com tudo por ano no Brasil

Mkhitaryan: Veja por que Arsenal teme por segurança de seu meia na final da Liga Europa

Anderson Silva, José Aldo e Jéssica batem peso, mas UFC 237 perde luta importante

Ex-Vasco se arrepende de saída do clube e tenta volta por cima após lesão grave

Por sonho de jogar no Real Madrid, Rodrygo rejeitou PSG e Juventus, e Santos disse 'não' ao Barcelona após caso Neymar

Dois clubes europeus procuram Romero, que só fica no Corinthians até julho