<
>

Barcelona volta 'com tudo' suas forças para contratar Griezmann, que aceitaria até ganhar menos, diz jornal

play
Fábio Luciano comenta 'vexame' do Barcelona: 'Os jogadores deviam pedir desculpa ao Messi' (0:59)

Comentarista criticou o sistema defensivo do Barcelona (0:59)

Uma das novelas da janelas de transferência do verão europeu de 2018 foi a negociação frustrada entre o Barcelona e Antoine Griezmann, que acabou seguindo no Atlético de Madrid. Um ano depois a novela pode voltar e com novo desfecho.

De acordo com o diário Le Parisien, da França, o time catalão colocou o meia como uma das prioridades após a vexatória eliminação na Champions League, com a goleada sofrida contra o Liverpool. Éric Abidal, diretor de futebol do Barça, já teria um acerto com o jogador.

A informação da publicação é de que Griezmann está convencido de que realmente terá que deixar o Wanda Metropolitano para conseguir aumentar a lista de conquistas. Além disso, a saída de Godín, que vai para a Inter de Milão, significa a perda de um aliado importante dentro dos vestiários.

Atualmente a multa rescisória de Griezmann é de 120 milhões de euros (R$ 535,80 milhões), mas cairá para 100 milhões de euros (R$ 446,50 milhões) no dia primeiro de julho.

Griezmann, inclusive, já teria aceitado uma redução salarial – que hoje fica em torno de 23 milhões de euros (R$ 102,69 milhões) por ano – e assinaria um contrato de quatro ou cinco temporadas com a equipe catalã.

Ainda segundo a publicação, as negociações já estavam bastante avançadas quando o Atlético visitou o Camp Nou por LaLiga, quando Griezmann foi vaiado por parte da torcida do Barça. Esta seria, inclusive, a explicação para o abandono da contratação de Luka Jovic, do Eintracht Frankfurt, já que o francês estaria muito perto de ser confirmado.