<
>

Santos pressiona, mas fica no empate com o CSA fora de casa e perde os 100% no Brasileiro

Madson e Pituca em ação Gazeta Press

O Santos foi até Alagoas enfrentar o CSA buscando a terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro e manter a boa fase. Mas, apesar de dominar a maior parte do jogo e pressionar o adversário na maior parte do jogo, os comandados de Jorge Sampaoli ficaram apenas no empate pelo placar de 0 a 0 e perderam os 100% de aproveitamento.

SEGUROU MAIS UM PAULISTA

E o CSA por enquanto é a pedra no sapato dos times paulistas dentro desse Campeonato Brasileiro. Em duas partidas no estádio Rei Pelé, dois empates. O primeiro foi na rodada passada contra o Palmeiras por 1 a 1. Agora, mais um, desta vez contra o Santos sem gols.

VELHOS CONHECIDOS

E o jogo de hoje marcou um reencontro especial. Madson, que jogou no Santos entre 2009 e 2010 ao lado de Neymar, Paulo Henrique Ganso, Robinho e André, enfrentou seu ex-clube pela primeira vez. Mas não foi só o baixinho de 1,60m que reencontrou o Santos. O lateral Apodi, que passou pelo clube em 2008, foi outro a entrar em campo.

Apesar da possibilidade da “lei do ex” acontecer, Madson e Apodi passaram em branco.

MORNO

O Santos começou dominando a partida, mas não conseguia furar o bloqueio dos mandantes. A primeira chance veio em cabeçada de Gustavo Henrique que Jordi fez a defesa. Depois o CSA começou a encaixar melhor os contra-ataques. Aos 25, Apodi recebeu em velocidade e chutou cruzado para defesa de Vanderlei.

A melhor chance veio com Jorge no final da primeira etapa. Após finalização de Rodrygo defendida por Jordi, o lateral tentou deslocar o goleiro e acertou a trave. Um primeiro tempo de domínio santista, mas com pouca objetividade. Foram 426 passes certos para os visitantes contra 97 dos mandantes.

PRESSÃO

E o cenário do segundo tempo foi o mesmo do primeiro. O Santos tinha a bola e trocava muitos passes, mas não conseguia criar tantas chances de perigo.

Só que na metade da segunda etapa, a pressão foi maior e o Santos colecionou boas chances desperdiçadas. Jean Mota chutando de fora da área, Soteldo travado pela marcação e Rodrygo parado por Jordi foram as melhores oportunidades. Do lado do CSA, Victor Paraíba perdeu a melhor chance do jogo ao receber em velocidade, driblar Vanderlei e chutar para fora.

NA TABELA

CSA – 16º colocado – 2 pontos

Santos – 3º colocado – 7 pontos

PRÓXIMA RODADA (4ª)

CSA – domingo (12/05) – 19:00 – Avaí – Ressacada

Santos – domingo (12/05) – 16:00 – Vasco – Pacaembu