<
>

2 títulos do Paulista, 1 Copa do Brasil e 1 final de Libertadores: Santos cria plano de metas até 2023

play
Gustavo Henrique diz que Santos precisa amadurecer para ganhar títulos em 2019 (1:19)

Zagueiro lamentou começo ruim contra o Vasco (1:19)

O Santos divulgou um “plano integrado de gestão” na manhã desta quinta-feira, por meio do seu Portal da Transparência. Vale lembrar que José Carlos Peres iniciou seu mandato em dezembro de 2017.

O Peixe traça diversas metas até o fim de 2023 no documento. O presidente José Carlos Peres diz não ter desejo de ser candidato, mas seu mandato termina em dezembro de 2020 e iria até dezembro de 2023 (prazo dos objetivos do planejamento) no caso de reeleição. Resumidamente, são quatro pilares:

Futebol: “Possuir um alto nível de competitividade em todos os campeonatos que disputar”;

Formação de atletas: “Ter uma das três melhores infraestruturas de base do país”;

Gestão: “Possuir uma gestão profissional, transparente, estruturada e sem intervenções políticas”;

Financeiro: “Possuir uma gestão financeira/fiscal autossustentável, subordinada ao orçamento”.

O Santos também traçou pontos fortes, como reconhecimento da marca mundialmente e baixa rejeição, e fracos, tal qual baixo público e desequilíbrio financeiro.

Em relação ao futebol, o Santos traçou objetivos. A equipe pretende disputar uma final da Libertadores até 2023 e conquistar uma Copa do Brasil no mesmo período. Além disso, o clube também pretende vencer dois estaduais e estar entre os seis primeiros colocados do Campeonato Brasileiro nos próximos cinco anos.