<
>

Real Madrid e Barcelona fora da TV nos domingos à tarde? Espanha quer veto para proteger times pequenos

O futebol espanhol vive um racha dentro de sua organização interna. De um lado, a federação do país. Do outro, LaLiga. E as divergências entre as entidades podem até vetar Real Madrid e Barcelona no “horário nobre” da televisão, o domingo à tarde.

Presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales acredita que LaLiga está tentando asfixiar economicamente sua organização e deixar cada vez mais irrelevante o futebol dos níveis inferiores. Isso foi assunto, inclusive, de reunião na última quarta-feira com clubes de segunda e terceira divisão.

Para proteger o que chama de “futebol modesto”, a RFEF quer vetar jogos na televisão às 16h de domingo – geralmente de Real Madrid ou Barcelona – e permitir que os torcedores compareçam aos jogos das equipes de suas cidades, informa nesta quinta o jornal Marca.

Essa é apenas uma das várias discordâncias entre a federação e Javier Tebas, presidente de LaLiga.

Luis Rubiales também quer mudanças na Supercopa, que passaria a ter quatro equipes, e na Copa do Rei, que seria disputada em jogo único – com exceção das semifinais. Tebas não concorda.

Outros temas de discordância estão no calendário e na exploração econômica do VAR, por exemplo.

Se as discussões não evoluírem, pode haver até intervenção do Consejo Superior de Deportes (Conselho Superior de Esportes) do governo.