<
>

Flamengo revive drama de 2017 e vai precisar de ponto onde só perde há 24 anos

play
Mauro Cezar vê Flamengo em situação 'muito delicada' na Libertadores e diz que trabalho de Abel é 'ruim' (7:44)

Time carioca foi derrotado pela LDU em Quito por 2 a 1 nesta quarta-feira (24) (7:44)

Copa Libertadores da América, 6ª e última rodada da fase de grupos. Flamengo em campo, fora de casa, precisando de um empate para chegar ao mata-mata.

O filme pode parecer repetido, mas o torcedor do clube carioca quer, em 2019, um final diferente do que teve dois anos atrás.

A derrota para a LDU, na noite de quarta-feira, faz com que o Fla viaje ao Uruguai precisando empatar com o Peñarol para avançar na competição.

Em 2017, o time também precisava de apenas um ponto para se classificar. Na época, o adversário era o San Lorenzo, na Argentina. Rodinei fez um a zero no primeiro tempo, mas Angeleri empatou e, no último lance da partida, Belluschi virou, classificou os argentinos e eliminou o Flamengo.

No dia 8 de maio, o Fla vai até o estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, para decidir a vaga. Detalhe para o fato de que o Peñarol precisa da vitória - se a LDU bater o San José em casa, elimina o time uruguaio da Libertadores.

Por isso, se quiser chegar nas oitavas de final, o time brasileiro não tem apenas a sombra de dois anos atrás para superar. O Flamengo não escapa de uma derrota jogando no Uruguai desde 1995, quando venceu o Nacional pela Supercopa Libertadores.

De lá para cá, quatro partidas e quatro derrotas: uma para o Peñarol, duas para o Nacional e outra para o Defensor.

Na história, são 22 jogos em solo uruguaio, com nove vitórias, dois empates e 11 derrotas.