<
>

Atlético-MG: Confusão e confronto entre torcedores e polícia marcam eliminação do time da Libertadores

play
Ricardo Oliveira responde sobre vaias e diz: 'O mais importante agora é a gente rasgar esta página' (1:48)

Atacante falou sobre a eliminação do Atlético-MG na fase de grupos da Libertadores (1:48)

O fim da partida entre Atlético-MG e Nacional-URU pela Copa Libertadores foi marcado por cenas de violência. Na saída do Mineirão, palco do jogo, alguns torcedores do Atlético se envolveram em confusão com a Polícia Militar.

Os policiais tiveram que usar balas de borracha, gás de pimenta e bombas de efeito moral para dispersar os torcedores mais exaltados, indignados com a derrota e eliminação do time mineiro da competição continental.

O Nacional-URU levou a melhor no duelo e triunfou por 1 a 0. Com o resultado, o time alvinegro fica com três pontos e não tem mais chances de alcançar os uruguaios, que foram a 12 e se garantiram no mata-mata. O Cerro Porteño, líder com 12 pontos e saldo de gols maior (6 a 4), irá visitar o Zamora (zerado) nesta quinta-feira.

O Atlético-MG volta as suas atenções para a estreia no Campeonato Brasileiro, no sábado, diante do Avaí.