<
>

Ricardo Oliveira critica demissões de treinadores: 'Estávamos entendendo tudo, mas não estava acontecendo'

play
Ricardo Oliveira responde sobre vaias e diz: 'O mais importante agora é a gente rasgar esta página' (1:48)

Atacante falou sobre a eliminação do Atlético-MG na fase de grupos da Libertadores (1:48)

Há pouco mais de 10 dias, o técnico Levir Culpi deixou o comando do Atlético-MG em sua quinta – e pior – passagem pelo clube. As críticas ao trabalho do treinador eram grandes, mas o atacante Ricardo Oliveira disse, após a derrota por 1 a 0 para o Nacional, na noite desta terça-feira, que as demissões de treinadores são problemáticas ao futebol brasileiro.

“A gente estava entendendo tudo que ele pedia, a gente tentava aplicar, mas não estava acontecendo. O futebol brasileiro é isso aí. Não ganhou está tudo errado, se ganhou, o que está errado ninguém fala nada. Infelizmente, vamos seguir passando por situações como essas. Não sei quantos treinadores foram demitidos nos estaduais, mas a responsabilidade é nossa que jogamos. Agora é fortalecer como grupo e trabalhar para fazer um bom início de Campeonato Brasileiro”, disse.

Com a derrota para o Nacional, o Atlético está eliminado da Copa Libertadores. Era necessário vencer o clube uruguaio, triunfar no próximo duelo, contra o Zamora, e torcer por um tropeço do Nacional contra o Cerro. Agora, a equipe mineira tem apenas três pontos contra 12 de uruguaios e paraguaios.

O time começa a se preparar para o Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, no Independência, o Atlético-MG recebe o Avaí, na estreia da competição.