<
>

Manchester United x Manchester City: Uso de faltas táticas causa clima tenso entre Guardiola e Solskjaer

play
Gian aponta motivos para favoritismo do City contra o United na 'decisão' de amanhã pela Premier League (2:47)

Se vencer, time de Pep Guardiola reassume a liderança da competição e pode disparar para o título (2:47)

O clássico de amanhã no Old Trafford entre Manchester United e Manchester City, que você assiste com exclusividade na ESPN Brasil e no WatchESPN a partir das 15h45, já começou, pelo menos nos bastidores.

Nesta terça-feira, nas coletivas de imprensa pré-jogo de Manchester United e Manchester City, o clima esquentou. Isso porque Ole Gunnar Solskjaer, técnico dos Red Devils, disse que o adversário iriá se utilizar de faltas táticas para bater nos seus jogadores e assim evitar contra-ataques.

“Temos que estar prontos para a pressão, para a marcação pressão, eles têm qualidade com a bola, então temos que nos defender bem. Quando estivermos vencendo temos que estar prontos para a agressividade deles, porque eles vão atacar nossos tornozelos e chutá-los, eles não nos permitirão um contra-ataque porque haverá faltas. ”

“Eu não tenho absolutamente nenhuma dúvida sobre isso, porque quando você assiste aos jogos, eles comprometem muitos jogadores na frente, e eles vão nos parar o mais perto da nossa área que puderem."

Solskjaer ainda acrescentou que sua equipe terá que saber lidar com essa tática a ser usada pelo adversário: “Cabe a nós jogar com essa pressão, estar prontos o suficiente, fazer um dois, não dar tempo a eles. Se você der dois ou três toques ... não é uma decisão minha. ”

Dou outro lado da cidade, Guardiola rebateu as acusações do técnico rival e disse que sempre orienta sua equipe para que recupere a bola o mais próximo do gol possível, mas nunca com deslealdade.

“Eu sei exatamente o que eu disse aos meus jogadores desde o primeiro dia até o último. Então, quando um jogador quer atacar, temos que ser honestos e claros de que há contato, há faltas, mas quando isso acontece e você chega atrasado, há árbitros para darem cartões amarelos, vermelhos ou qualquer outra coisa. ”

“Queremos fazer o nosso jogo, às vezes não é possível. Às vezes é difícil entender isso, mas os outros times também jogam. Mas eu nunca disse que vou fazer isso (cometer faltas) para puni-los ou parar a jogada fazendo faltas. Nunca. ”