<
>

Chelsea: Sarri é chamado de 'italiano de m...' e se revolta

Maurizio Sarri, técnico do Chelsea, deixou o empate em 2 a 2 com o Burnley revoltado. É que, durante a partida, ele foi chamado diversas vezes de “italiano de m...” depois de um desentendimento na beira do campo, segundo apurou a reportagem da ESPN.

Sarri acabou expulsou nos minutos derradeiros do duelo pelo juiz Kevin Friend e o quarto-árbitro Roger East depois de perder a calma com membros da comissão técnica de Sean Dyche, apesar de o treinador adversário não ter estado envolvido no problema.

Ser chamado de “italiano de m...” foi o que fez Sarri explodir, o que fez, inclusive, que o técnico do Chelsea delegasse as entrevistas pós-partida ao auxiliar Gianfranco Zola.

Detalhes das palavras trocadas entre os dois bancos devem ser incluídos na súmula da arbitragem, já que Roger East estava em posição para ouvir tudo o que aconteceu. Zola, inclusive, disse depois do empate que o Chelsea poderia cobrar punições ao Burnley.

“Ele está muito frustrado, então preferiu não vir. Ele foi expulso. Acho que ele foi ofendido também, então ele não achou que era a coisa certa a se fazer falar com vocês”, disse o auxiliar.

“Acho que falaram algo do banco dele, mas não pergunte exatamente o que. Eu não quero falar sobre isso, mas vamos ver o que podemos fazer. Acho que terá consequências. Maurizio está muito insatisfeito, entendemos que é futebol, você diz coisas na adrenalina, mas ele não está feliz.”

Em campo, o Burnley saiu na frente, com Jeff Hendrick, mas N’Golo Kanté e Gonzalo Higuaín viraram para o Chelsea. Ainda no primeiro tempo, porém, Ashley Barnes determinou o 2 a 2.