<
>

Manchester City vence Tottenham na Premier League em 'revanche' com gol de Foden, de 18 anos

O gosto não é dos melhores, mas a liderança da Premier League está garantida. Neste sábado, o Manchester City se recuperou da eliminação na Champions League e bateu o Tottenham por 1 a 0, no Etihad Stadium, pela 35ª rodada, conseguindo uma espécie de revanche pela partida da última quarta-feira.

Phil Foden anotou o único gol do duelo – seu primeiro na competição em toda carreira – e tornou-se o único nascido nos anos 2000 a balançar as redes pelos Sky Blues.

Com o resultado, os comandados de Pep Guardiola chegam aos 86 pontos e retomam a primeira posição. O vice-líder Liverpool, com o mesmo número de jogos, tem 85 e atua já neste domingo.

A equipe de Mauricio Pochettino, por sua vez, estaciona nos 67 tentos e pode perder a terceira colocação para Arsenal e Chelsea, o que a deixaria fora da zona de classificação para Champions League.

No momento, os Citizens já embalam 10 resultados positivos na sequência e não perdem desde 29 de janeiro, quando caíram para o Newcastle. E a defesa tem sido uma fortaleza, levando apenas três gols no período.

Essa foi a quarta vitória seguida contra os Spurs em Premier League, que perderam sete dos últimos nove jogos no Etihad.

Agora, o Manchester City tem outra pedreira pela frente. Já nesta quarta-feira, visita o grande rival Manchester United pelo Campeonato Inglês, às 15h45, com transmissão da ESPN Brasil e do WatchESPN.

Um dia antes, o Tottenham recebe o Brighton, às 15h30, com transmissão da ESPN e do WatchESPN.

Confira todas as estatísticas desta partida clicando aqui.

Vitória magra

Sem Kane, lesionado, Maurício Pochettino deu mais uma oportunidade para Lucas Moura entre os titulares. E a estatística não mostrava problema, afinal, a equipe londrina estava invicta sem seu centroavante desde outubro de 2017.

Guardiola também mexeu sua equipe em relação ao confronto de quarta-feira, escalando Stones, Zinchenko e o jovem Foden. E a mudança deu resultado.

Logo aos cinco minutos, Bernardo Silva levantou bola para Aguero na área. O argentino, com a cabeça, serviu o garoto de 18 anos, que só teve o trabalho de empurrar para as redes.

O camisa 10 deu sua assistência, mas chegou ao segundo jogo sem marcar. Com isso, ele segue a um gol de alcançar Henry, o único a balançar as redes 20 vezes em cinco temporadas consecutivas no Inglês. Também não alcança Robbie Fowler, sexto colocado na artilharia histórica da competição.

Os visitantes responderam e perderam boas chances jogando na velocidade. Eriksen teve oportunidade na cara de Ederson, mas viu o brasileiro fazer ótima defesa. Son também parou no goleiro com arrancada desde o campo de defesa.

Na segunda etapa, o City manteve a posse de bola e tentou ampliar o placar. Nas suas estocadas, porém, o Tottenham teve um pênalti não marcado após toque no braço de Kyle Walker.

Aos 26, os mandantes quase mataram o jogo com Sterling, que parou em milagre de Gazzaniga. Mas não fez falta e o placar final foi mesmo 1 a 0.