<
>

Herói do Tottenham contra o City, Llorente admite apreensão com o VAR: 'Eu estava c...,'

play
20 minutos em 20 fotos: City e Tottenham fazem cinco gols no período e batem recorde da Champions (1:30)

Veja as melhores imagens do início de jogo eletrizante entre os ingleses (1:30)

Fernando Llorente foi um dos protagonistas da classificação do Tottenham ao marcar o último gol da partida que acabou com vitória do Manchester City por 4 a 3. Por conta do critério do gol fora de casa, o time londrino se classificou à semifinal da Uefa Champions League.

Depois que balançou a rede, o atacante espanhol ficou tenso pelo fato de o lance ser revisado pelo árbitro por conta de intervenção do VAR. A bola chegou a acertar o braço do jogador. Além disso, o recurso ainda ajudou para anular um gol de Raheem Sterling nos acréscimos do segundo tempo por impedimento.

Momentos de tensão para Llorente e cia.

“Eu estava c..., pensava que anulariam o gol, sabia que havia desviado com o corpo e a mão ainda que estava com ela junto ao corpo enquanto que o gol de Sterling olhava meus companheiros no chão e de repente vemos que é impedimento... é de filme”, afirmou o atleta à rádio Cope.

Llorente começou a partida contra o Manchester City no banco de reservas e entrou aos 41min do primeiro tempo na vaga do lesionado Sissoko.

“Dos jogadores que estavam no banco, era o jogador com mais experiência e, à parte disso, creio que o destino tinha guardado para mim, porque perdi a final de 2015 contra o Barcelona e creio nas segundas oportunidades”, declarou.

O atacante ainda falou também sobre o Ajax, adversário do Tottenham na semifinal.

“Incrível o futebol que estão praticando, e estão atravessando um momento muito doce, teremos que jogar muito bem com o Ajax, eles vêm com muita confiança”, disse.