<
>

Daniel Alves faz golaço, mas PSG leva a virada do Nantes e adia a festa do título francês mais uma vez

Depois de sofrer sua maior goleada do século no último domingo, o Paris Saint-Germain perdeu mais uma chance de confirmar o título do Campeonato Francês.

Poupando Mbappé e ainda sem poder contar com Neymar, Thiago Silva, entre outros, o time de Thomas Tuchel até saiu na frente, mas sofreu a virada e acabou derrotado pelo Nantes por 3 a 2, com dois gols do brasileiro Diego Carlos.

A segunda derrota seguida deixa o PSG com o grito de campeão entalado mais uma vez, ainda com a liderança tranquila, com 81 pontos, 17 a mais que o Lille, algoz da goleada por 5 a 1 no último domingo. Já o Nantes comemora um passo a mais para afastar o fantasma do rebaixamento, chegando aos 37 pontos, na 14ª posição.

GOLAÇO E VIRADA

O PSG saiu na frente com um belíssimo gol de Daniel Alves, aos 18 minutos. O lateral brasileiro dominou e arriscou de fora da área, mandando uma bomba no canto direito da meta defendida por Dupé, que voou e não conseguiu impedir.

O chute percorreu 31,45 metros, sendo o segundo chute mais longo de um defensor a morrer na rede em uma das cinco maiores ligas do futebol europeu, atrás apenas do gol de Danilo, do Manchester City, contra o Huddersfield, no chute de 31,72 metros.

Mas isso não foi suficiente, pois a virada dos donos da casa saiu ainda no primeiro tempo. Aos 21 foi Diego Carlos quem deixou tudo igual sem precisar subir para cabecear após cobrança de escanteio.

Depois, aos 43, Coulibaly recebeu pela esquerda, deixou Kehrer na saudade e e cruzou rasteiro para Waris, em posição normal, fazer a festa dos donos da casa.

LÁ VEM ELES DE NOVO?

Depois da goleada sofrida diante o Lille, o cenário voltou a preocupar o torcedor do time do PSG. Aos seis minutos, a desvantagem ficou ainda maior quando, após cobrança de escanteio, a bola desviou em Pallois, Kurzawa errou o corte e a bola bateu em Diego Carlos para o terceiro gol do Nantes.

Pouco depois os donos da casa perderam uma chance incrível de transformar a vitória em goleada. Buffon saiu para fazer o corte, mas a bola que ficou nos pés do PSG acabou com Coulibaly após o erro de Paredes. A finalização com o gol vazio, porém, saiu por cima do travessão.

O PSG até tentou reverter a situação, mas parou na trave na tentativa de Choupo-Moting, aos 42, e só foi conseguir diminuir o placar dez minutos depois, quando Daniel Alves deu passe em profundidade para Dagba rolar a bola para Guclu mandar para o gol.

A pressão veio nos minutos finais, mas o placar não foi alterado, adiando a festa da equipe da capital.

NA SEQUÊNCIA

A próxima chance de confirmar o título será no domingo, quando o PSG receberá o Monaco em casa, às 16 horas (de Brasília). Já o Nantes joga mais uma vez diante sua torcida, encarando o Amiens também no domingo, mas um pouco mais cedo, às 10 horas.