<
>

Como o estádio 'mais moderno do mundo' pode enfim ficar pronto, quase 20 anos depois do começo da obra

O Valencia anunciou nesta terça-feira que a construtora ADU Mediterrâneo irá comprar o terreno onde fica localizado o estádio Mestalla, por 113 milhões de euros (R$ 500 milhões). A venda já estava nos planos do clube que pretende terminar a construção do seu estádio – Novo Mestalla, que deveria estar pronto há dez anos atrás.

Em 2007, o clube e os poderes públicos da cidade de Valencia começaram a construção do Novo Mestalla, como seria conhecido o estádio. Porém, em 2009, por motivos financeiros, o clube parou com as obras, deixando-o completamente abandonado. A previsão era que a nova casa do Valencia estivesse pronta para a temporada 2009-2010.

Antes de 2014, algumas tentativas de começar novamente a obra foram feitas. Como por exemplo um projeto para diminui a capacidade de 70 mil para 31 mil pessoas. Entretanto, nenhuma delas foi para frente.

Contudo, a chegada de Lay Hoon Chan – Nascida em Singapura e empresária do mundo financeiro, ao comando da equipe, no final de 2014, fez com que as conversas para a retomada das construções começassem a ser mais otimistas. Ela foi o principal nome das negociações com a construtora.

O clube acredita que o dinheiro que entrará em seu caixa com a venda do espaço será o suficiente para cobrir os gastos da finalização das obras do novo estádio. Mesmo sabendo que ainda terá que arcar com o pagamento de empréstimos já vigentes. A dívida global do clube é de 500 milhões de euros.