<
>

Champions: Cristiano Ronaldo custou sozinho R$ 111 milhões a mais do que tudo que Ajax ganha

Dinheiro, claro, é importante, mas está longe de ser tudo no futebol. O exemplo foi dado mais uma vez na terça-feira, com a classificação do Ajax sobre a Juventus na Champions League.

Os holandeses, que foram até Turim e saíram com a vaga nas semifinais com vitória por 2 a 1, faturaram na última temporada 91,9 milhões de euros (R$ 406,1 milhões), valor que é inferior ao que a Juventus pagou apenas para contratar Cristiano Ronaldo junto ao Real Madrid.

O maior astro da equipe italiana custou 117 milhões de euros (R$ 517,1 milhões), ou seja, uma diferença de R$ 111 milhões de um jogador para tudo que um clube fatura no ano.

Comparando as receitas da Juventus com as do Ajax, os holandeses faturam menos de um quarto que os rivais que derrubaram no torneio mais importantes da Europa. Em 2018/19, os italianos tiveram faturamento de 394,9 milhões de euros (R$ 1,74 bilhão).

No jogo de volta da semifinal de terça, Cristiano Ronaldo até balançou as redes, abrindo o placar para a Juventus, mas o Ajax foi buscar a virada e a classificação, com Van de Beek de De Ligt.

Com a eliminação, o ex-jogador do Real viu chegar ao fim uma sequência de oito temporadas consecutivas em que chegava, ao menos, às semifinais da Champions League.

Já do lado do Ajax, a classificação para a semifinal é a primeira desde a temporada 1996/97, quando caiu justamente para a Juventus na ocasião. O adversário na próxima fase saíra do vencedor do duelo entre Tottenham e Manchester City – que se enfrentam nesta quarta, às 16h (de Brasília).