<
>

Flamengo: Bruno Henrique vai de nenhum gol contra rivais no Santos a 'Rei dos Clássicos' no Rio

play
Bruno Henrique vê erro de árbitro e VAR em gol anulado e comemora atuação em vitória do Flamengo (0:38)

Atacante marcou três vezes contra o Vasco, mas somente dois foram validados (0:38)

Bruno Henrique foi o grande nome da vitória do Flamengo sobre o Vasco, por 2 a 0, na final do Campeonato Carioca. O brilho em um clássico, porém, não tem sido novidade para o atacante em 2019: os três maiores rivais rubro-negros já foram vítimas de suas “dobradinhas”.

Com a camisa do Flamengo, Bruno Henrique enfrentou Botafogo, Fluminense e Vasco sete vezes no ano, com seis gols, todos marcados em apenas três clássicos.

Um desempenho que chama a atenção comparando o período que defendeu o Santos. Entre 2017 e 2018, o atacante disputou 13 clássicos contra Palmeiras, São Paulo e Corinthians e não balançou as redes uma vez sequer.

No Flamengo, Bruno Henrique desencantou logo na estreia, quando saiu do banco contra o Botafogo e marcou duas vezes. Depois, enfrentou Fluminense e Vasco e saiu zerado, inclusive, sendo expulso no duelo contra os cruz-maltinos.

Quando reencontrou o Fluminense, porém, mais uma dobradinha: dois gols na vitória por 3 a 2 na fase de grupos da Taça Rio – no clássico seguinte, novamente contra os tricolores, porém, acabou mais uma vez recebendo cartão vermelho.

Na semifinal do Carioca, outro clássico sem gols contra o Fluminense, até a decisão, quando, mais uma vez, a versão “Rei dos Clássicos” apareceu: dois gols para encaminhares o título.

Na verdade, Bruno Henrique até balançou as redes três vezes, mas o gol acabou anulado após intervenção do VAR. "Fiz três para valer dois, né?”, ironizou depois.

O único problema foi que o atacante, mais uma vez, acabou suspenso no domingo, por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Assim, será desfalque para o Flamengo no próximo domingo, na grande final do Carioca contra o Vasco, no Maracanã.