<
>

Lugano detona arbitragem de São Paulo x Corinthians: 'Parece que não há limites'

Diego Lugano disparou contra a equipe de arbitragem do primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi, neste domingo. Questionou a não expulsão de Ramiro, que acertou o queixo de Everton Felipe, uma bola na mão de Ralf dentro da área e a consulta da arbtiragem para saber se Henrique tinha sofrido um pênalti.

"Uma não expulsão no início do jogo. Uma mão que não foi vista na área adversária. Uma tentativa de encontrar um pênalti pelo VAR aos 50 do segundo tempo. Isto tudo diante de 60 mil São-Paulinos. Parece que não há limites. Sorte que nossa gana de ser campeão também é ilimitada", escreveu no Twitter.

Lugano vem acompanhando mais de perto o futebol profissional do São Paulo desde que a diretoria teve de promover a estreia de Vagner Mancini de forma interina até Cuca assumir. Antes o uruguaio tinha se distanciado um pouco.

Ele também tem participado das reuniões que ocorreram na Federação Paulista de Futebol (FPF) para teste do VAR, sigla para árbitro de vídeo, e os encontros com dirigentes para tratar sobre a arbitragem e sobre os jogos finais.

A partida deste domingo terminou sem gols no Morumbi, deixando em aberta a decisão para o próximo domingo, na Arena Corinthians, em Itaquera. A taça será de quem vencer o duelo. Novo empate levará a definição para os pênaltis.