<
>

PSG sofre goleada histórica para o vice-líder Lille e adia comemoração do título do Francês

O Lille derrotou o PSG por 5 a 1 neste domingo e adiou a festa do título parisiense que parecia quase certa - um empate bastava para definir o campeonato.

Um gol contra de Meunier abriu o caminho para a goleada. Bernat até chegou a deixar tudo igual, mas acabou expulso e complicou a vida do PSG. Com um a mais, o Lille goleou com um gol em contra-ataque do artilheiro Pépé, um golaço de Bamba, um cabeceio do brasileiro Gabriel e ainda um último do capitão José Fonte.

O PSG seria campeão do Campeonato Francês com sete rodadas de antecedência.

Disparado na liderança com 81 pontos, a derrota de hoje foi apenas a segunda do Paris Saint-Germain em todo o campeonato. O Lille é o segundo colocado com 64 pontos, muito próximo de garantir vaga para a Champions League na próxima temporada.

Com o resultado, o PSG vai em busca da sexta taça do Campeonato Francês na próxima rodada, contra o Nantes, na quarta-feira dia 17. Para isso, precisará agora de uma vitória.

O jogo

- Aos seis minutos de jogo, após gol impedido de Mbappé, o atacante Pépé encontrou Ikoné pela direita que cruzou para a área. A bola raspou na cabeça do volante Xeka e encontrou o pé de Meunier, que mandou a bola no contrapé de Areola e marcou contra o gol que abriu o marcador.

- Não demorou muito para o primeiro colocado do campeonato reagir com Mbappé fazendo jogada sensacional pela direita, driblando dois adversários e cruzando na segunda trave para Bernat apenas completar para as redes empatando a partida aos 12 minutos.

- No começo do segundo tempo, Diaby errou na frente da área do Lille, Koné recuperou a bola e puxou contra-ataque rápido para o Lille, acionou o artilheiro Pépé que não treme na frente de Areola e colocou novamente o vice-líder na frente do placar.

- Após cobrança de falta pela esquerda, o zagueiro brasileiro Gabriel se apoiou nas costas de companheiro, subiu mais que todo mundo e marcou o quarto gol da equipe do Lille.

- E para fechar o caixão, o capitão José Fonte ganhou de toda a zaga no escanteio e marcou o quinto, sacramentando a goleada histórica.

GOOOOOOL... NÃO VALEU!

Nos primeiros 12 minutos de partida, a rede foi balançada quatro vezes, no entanto o garoto campeão do mundo, Mbappé não estava com sorte na noite de hoje. Aos dois minutos de jogo, o atacante recebeu de Meunier dentro da área e apenas completou para as redes, no entanto, o assistente acabou com a comemoração ao assinalar o primeiro impedimento do jogo. No momento a partida ainda estava empatada em 0 a 0.

Com a partida em 1 a 1, o atacante teve mais uma vez a comemoração interrompida. Após receber lançamento, deixar o brasileiro Thiago Mendes para trás e sair frente a frente com o goleiro, o atacante marcou o gol da virada. Só que dessa vez, quem anulou o gol no meio da comemoração foi o VAR, assinalando impedimento no início da jogada.

BRUXA SOLTA

Com 22 minutos de jogo, o técnico Tomas Tuchel já havia sido obrigado a fazer duas alterações na equipe parisiense.

Logo após o gol de empate da equipe, o capitão Thiago Silva sentiu o joelho e teve que ser substituído pelo jovem Thilo Kherer. Lesão que pode ser problema para o técnico da seleção brasileira, Tite, que observa os jogadores que disputarão a Copa América 2019.

Alguns minutos depois, o autor do gol contra, Thomas Meunier também teve que ser substituído por Diaby após sentir a coxa direita.

Além das substituições forçadas, aos 35 minutos o Lille partia em contra-ataque com Pépé quando Bernat puxou o marfinense pelo braço e o árbitro não exitou em mostrar o cartão vermelho direto. Mesmo analisando pelo VAR, o juíz manteve a posição e expulsou o espanhol, deixando PSG com um a menos.