<
>

Aspirantes do Athletico batem o Coritiba garantem vaga na final do Paranaense

play
Chelsea vai a Curitiba e observa o volante Bruno Guimarães, do Athletico, diz Nicola (0:40)

Equipe inglesa está proibida de contratar, mas mesmo assim tem o brasileiro como um alvo (0:40)

Em um jogo muito disputado na Arena da Baixada, o time de aspirantes do Athletico Paranaense empatou em 1 a 1 com o Coritiba no tempo normal e venceu por 7 a 6 nas penalidades, conquistando o título da Taça Dirceu Krüger, o segundo turno do Campeonato Paranaense, se recuperando da decepção do primeiro turno. O resultado coloca o clube rubro-negro na grande final do Estadual.

Agora, o Athletico encara o Toledo, campeão da Taça Barcímio Sicupira, em duas partidas. A primeira está marcada para domingo, no Estádio 14 de Dezembro, no oeste do Estado.

O jogo

O time alviverde começou a partida querendo surpreender, e logo na primeira descida Rodrigão arriscou o chute da entrada da área, por cima da meta. O jogo era equilibrado, com as equipes mostrando muita vontade e marcando forte. Aos nove minutos, Jaderson achou Marquinho no meio da defesa e lançou. O arremate, entretanto, parou em grande defesa de Muralha.

O Coxa tentou responder aos 15 minutos, com Juan Alano, que invadiu a área, mas demorou no momento de cruzar e entregou nas mãos de Léo. Aos 16 minutos, Bergson, de longe, chutou no cantinho e Muralha agarrou sem problemas. As ações, entretanto, estavam concentradas no meio-campo. Aos 24 minutos, Bergson tentou mais uma vez de longe para o goleiro coxa-branca agarrar com segurança.

Rodrigão tentava resolver sozinho pelo Coritiba e, aos 27 minutos, levou a defesa rubro-negra antes de arrematar e Léo defender. Aos 31 minutos, com precisão cirúrgica, Alan Costa se jogou na frente de Bergson para travar o chute. Os dois times exploravam o contra-ataque, mas não tomavam as melhores decisões no último passe. A primeira substituição do jogo foi do árbitro. Com uma lesão na coxa, Paulo Roberto Alves Jr. deu lugar a Nilo Neves de Souza.

Para o segundo tempo, o Athletico voltou com Léo Cittadini no lugar de Christian. O Coritiba começou pressionado e, no primeiro minuto, Rodrigão serviu Patrick Brey, que chegou desviando na rede, pelo lado de fora. A partida seguia com muita marcação dos dois lados e poucas finalizações. Aos nove minutos, Lucas Halter completou escanteio de cabeça, direto pela linha de fundo.

Em uma tentativa de cruzamento, Patrick Brey bateu na bola com veneno e a bola carimbou o travessão, aos 10 minutos. O Furacão adiantou a marcação e começou a pressionar mais o adversário. Aos 15 minutos, Jaderson abriu espaço e bateu cruzado para Muralha pegar. Na sequência foi a vez de Jaderson arriscar mais uma, para fora. Rodrigão desafogou um pouco aos 24 minutos, mandando um petardo para Léo agarrar.

Saído do banco, Welinton Junior, aos 28 minutos, invadiu a área e bateu forte, cruzado. A bola ainda bateu na trave antes de entrar e para abrir o placar. Rubro-Negro no ataque, aos 36 minutos, com Paulo André cruzando na pequena área e Romércio aparecendo para salvar. O clima esquentou na reta final do jogo.

Aos 38 minutos, Rodrigão aproveitou passe errado, ficou na cara do gol e tocou para grande intervenção de Léo. Aos 42 minutos, Alan Costa subiu com liberdade na área e testou para fora, com perigo. Mas, aos 43 minutos, bola cruzando a área e sobrou para Marquinho chutar rasteiro e deixar tudo igual.

A igualdade levou o jogo para as penalidades. O Furacão começou batendo, com João Pedro, que converteu. Patrick Brey fez para o Coxa. Léo Cittadini parou em Muralha. Elyeser isolou a bola. Bergson fez o segundo do Athletico. Welinton Junior deixou tudo igual, batendo no meio. Poveda marcou o dele. Rodrigão também não desperdiçou. Marquinho converteu a cobrança. Vitor Carvalho mostrou tranquilidade para marcar. As alternadas começaram com Paulo André, que mostrou todo sua experiência. Fabiano fez o quinto do Alviverde. Lucas Halter bateu e fez. Alan Costa afundou o pé e a rede. Khellven chutou forte para marcar. Romércio parou em Léo.

ATHLETICO 1 (7)X (6) 1 CORITIBA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 10 de abril de 2019, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Jr. (Nilo Neves de Souza)
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Julio César de Souza
Cartões amarelos : Christian, Léo Cittadini, João Pedro e Marquinho (Athletico); Elyeser, João Vitor (Coritiba)

Gols: ATHLETICO Marquinho, aos 43 minutos do segundo tempo
CORITIBA: Welinton Júnior, aos 28 minutos de segundo tempo

ATHLETICO Léo; Lucas Halter, Paulo André e Éder (Poveda); Khellven, Erick, Christian (Léo Cittadini) e Marquinho; Marquinho, Vitinho, Jáderson (João Pedro) e Bergson.
Técnico: Rafael Guanaes

CORITIBA: Alex Muralha; Sávio, Alan Costa, Romércio e Fabiano; João Vitor, Vitor Carvalho, Patrick Brey e Juan Alano (Elyeser); Kady (Welinton Junior) e Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer