<
>

Presidente do Boca rebate o do River: 'Há outros times importantes, mas só há um único grande'

O Boca Juniors comemorou 114 anos de história na última quarta-feira. O presidente do clube argentino aproveitou as comemorações para provocar os rivais, afirmando que “grande” só existe um.

“Realmente sentimos isso, que somos o único grande. O único grande é o Boca Juniors, reconhecendo que há outras equipes importantes. Mas quando se fala em grande, o único é o Boca Juniors”, disse Daniel Angelici.

O mandatário também respondeu à provocação do presidente do rival River Plate, Ronaldo D’Onofrio, que afirmou ser necessário “ter respeito por um enorme adversário”, mas também provocou dizendo que coincidentemente faziam 114 dias desde a final da Copa Libertadores (na verdade eram 115).

“Não ouvi, mas não me surpreende. Nada funciona quando os clássicos se aproxima, fazermos campanha, nos reunirmos para dar uma mensagem de paz, se depois nós, as autoridades mais altas, não fazemos isso”, afirmou Angelici em entrevista ao diário Olé.

Ele também falou sobre a dura derrota sofrida na véspera, quando o Boca foi batido pelo Athletico Paranaense por 3 a 0, pela Libertadores.

“Sofremos uma queda, um golpe, temos que reconhecer. Precisam reconhecer o corpo técnico, os jogadores, e levantar. Graças a Deus o futebol oferece revanche, na semana que vem temos que nos levantar e mostrar por que somos o Boca”, afirmou.