<
>

Giovanni reclama de gramado para o clássico Paratiba

Com um clássico decisivo pela frente, valendo vaga para a as semifinais da Taça Dirceu Krüger, o segundo turno do Campeonato Paranaense 2019, e o Coritiba aprece ter um encontrado um adversário além do Paraná Clube. O meia Giovanni, que volta ao time após cumprir suspensão, não gostou nada do gramado sintético do Estádio Pinhão, em São José dos Pinhais, palco da partida.

“Particularmente, achei horrível. É difícil demais você trabalhar a semana inteira nos campos que nós jogamos, no nosso CT que é muito bom e o Couto, que é maravilhoso”, reclamou o jogador, que não poupou críticas ao campo de jogo. “Você trabalha a semana inteira para jogar em um campo desses. Eu acho que não tem cabimento”, acrescentou.

Sobre a partida, Giovanni lamentou que a definição tivesse ficado para a última rodada, mas garante concentração total para buscar o resultado positivo e a vaga. “Todos sabem da responsabilidade que é esse jogo. Nós deixamos para o final e é um clássico. Então, todos estão em uma semana de concentração. Se nós estivermos concentrados e escutarmos o que o professor Umberto passar para nós faremos uma excelente partida no domingo, com uma classificação que é o que o Coritiba merece”, concluiu.