<
>

Ele ganhou prêmio de melhor em campo e aproveitou para protestar contra conta de luz; veja como foi

Nicolás Maturana, definitivamente, não está na categoria de jogadores de futebol que não se importam com política. Na segunda-feira, ainda dentro de campo, depois de ser eleito o melhor da partida, o chileno mandou um recado direto ao presidente do país, Sebastian Piñera.

O motivo da revolta do atleta foi uma proposta do governo relacionada às contas de luz no Chile. “Quero mandar uma saudação ao Governo do Chile e que não nos cobrem os medidores para as pessoas pobres de todo o Chile. Creio que é um roubo para essas pessoas”, afirmou.

Piñera tem intenção de instalar novos medidores de energia no Chile, e a população arcaria com os custos, segundo sua proposta. “Quarenta pesos para um senhor que vive sozinho e tem uma pensão de 100 ao mês é uma afronta”, seguiu Maturana, que defende o Universidad Concepción.

“Tomara que o Governo pense nisso, porque se eu fosse um aposentado, preferia gastar esse dinheiro em comida, não em um medidor que não serve para nada”, encerrou.

Dentro de campo, o Concépcion empatou com o Antofagasta por 1 a 1 na última segunda-feira. Após cinco rodadas, o time ocupa a 13ª colocação do Campeonato Chileno – que tem 16 clubes.