<
>

Contusão de Messi faz seleção argentina perder quase R$ 2 milhões em amistoso

A lesão sofrida por Lionel Messi na derrota por 3 a 1 da Argentina para a Venezuela, em amistoso na semana passada, fará a seleção Albiceleste perder um bom dinheiro.

A ausência de La Pulga no jogo contra Marrocos, neste terça-feira, em Tânger, dará um desconto de 5 milhões de dirhams (450 mil euros, ou quase R$ 2 milhões) à FRMF (Real Federação Marroquina de Futebol) no "cachê" para os argentinos jogarem, segundo informou a imprensa do país.

Agora, a FRMF pagará só 6 milhões de dirhams (550 mil euros, ou (R$ 2,404 milhões) aos sul-americanos, ao invés dos 11 milhões de dirhams (R$ 4,37 milhões) que haviam sido acordados previamente caso Messi estivesse em campo, de acordo com o jornal Al Ahdaz al Magrebiya.

Segundo o veículo, a exigência contratual era de que Messi atuasse por ao menos 70 minutos para que o "cachê" inteiro fosse pago. Sem o astro do Barcelona, portanto, o desconto foi gigante.

O Al Ahdaz al Magrebiya salienta que a presença do camisa 10 era essencial para que a Federação conseguisse vender as cotas de patrocínio que havia planejado, além da comercialização dos direitos de transmissão do amistoso internacional.

Não à toa, também repercutiu na imprensa marroquina uma campanha organizada pelas redes sociais para que os torcedores boicotassem o jogo contra os argentinos, devido ao alto custo para as contas públicas do país.