<
>

Quais jogadores tiveram proposta do Barcelona, mas preferiram o Real Madrid?

Vinicius Jr., em sua primeira entrevista a um veículo de comunicação espanhol, revelou que o Barcelona lhe ofereceu mais dinheiro, mas preferiu defender o Real Madrid, pelo projeto esportivo apresentado.

Essa não é a primeira vez que o clube da capital contrata um jogador desejado na Catalunha. Em meio a isso, o jornal espanhol Marca fez uma lista dos principais craques que preferiram defender o Real, ao invés de mudar para o Barcelona.

Di Stéfano

O atacante argentino foi uma das primeiras polêmicas entre as duas equipes. O jogador havia fechado com o Barcelona, mas o desaparecimento de sua documentação permitiu que o Real Madrid contratasse o jogador.

Após o fato, a FIFA decidiu que Di Stéfano faria temporadas alternadas pelos clubes, jogando em Madri e, depois na Catalunha. A decisão foi rejeitada pelo Barcelona, permitindo que o argentino brilhasse com a cima do Real durante a sua carreira.

Karembeu

“O Barcelona punha mais e mais dinheiro, mas dei minha palavra ao Real Madrid”, afirmou o Karembeu.

Assim como Vinicius Jr. o meia afirmou que o dinheiro não foi fundamental em sua decisão, mas no projeto apresentado pelos clubes. Ao todo, o jogador conquistou duas vezes a Champions League.

David Beckham

Em 2003, Joan Laporta ganhou as eleições após uma promessa de trazer o astro britânico para a Catalunha. Mas, ele não conseguiu.

O então presidente do clube ficou focado na transação de Ronaldinho e permitiu que Beckham se mudasse para o principal rival.

O Manchester United vendeu o meia para o Real, e o Barcelona perdeu a oportunidade de ter um dos maiores jogadores da Inglaterra.

Karim Benzema

Ná época em que o francês se transferiu para Madrid, a equipe da Catalunha procura um centroavante. Pep Guardiola não confiava em Samuel Eto’o, e Karim Benzema, que vivia ótima fase no Lyon, se tornou um dos alvos do treinador espanhol.

Txiki Begisristain, então diretor do Barça, foi a Lyon convencer o jogador a defender o clube, mas não foi o suficiente. O clube acabou assinando com Ibrahimovic e, o Real ficou com Benzema.

Martin Odegaard

A promessa norueguesa chegou até a visitar a instalação do rival. O problema foi que o jogador e seu pai, Erik Odegaard , não gostaram da proposta apresentada – pois o Barcelona queria fechar a transação com um agente.

Assim, Real viu o caminho aberto e conseguiu contratar Odegaard.

Danilo

Em fevereiro de 2015, a equipe da Catalunha buscou a contratação do brasileiro, que na época defendia o Porto. Danilo parecia ser a reposição perfeita para Daniel Alves, mas isso nunca aconteceu.

O lateral preferiu se mudar para Madri, onde marcou três gols em 56 partidas.

Theo Hernández

Após uma temporada muito boa pelo Alavés, o Real fechou um acordo com o Atlético de Madrid, mas o Barça tentou impedir a transação.

O clube ofereceu um contrato de oito milhões de euros (R$ 34,5 milhões) por ano ao lateral. No começo, Hernández aceitou a proposta, mas acabou voltando atrás e foi jogar no Santiago Bernabéu.

Dani Ceballos

Em 2017, o Barça tentou contratar o meio-campista que defendia o Betis. Existia uma diferença na proposta dos dois clubes. Enquanto o time da Catalunha queria incorporar ele no elenco logo após a contratação, o Real pretendia emprestá-lo para outra equipe.

No final, a proposta de Madrid interessou mais o jogador, sendo que o clube pagou 16,5 milhões de euros (R$ 71,1 milhões) para contratá-lo.

Marco Asensio

O espanhol estava bem encaminhado com o a equipe azulgrená, sendo que chegou a buscar casa na Catalunha. Mas, o Barcelona não estava disposto a pagar 4,5 milhões de euros (R$ 19,4 milhões) ao Mallorca para contar com meia e, o Real se aproveitou da situação.